Mundurukus interditam Porto da Balsa em protesto contra portaria do Ministério da Saúde

indigenas-munduruku-protestam-contra-pec
Indígenas da etnia Munduruku protestam contra Portaria

Indígenas da etnia Munduruku em nossa região, mais precisamente de Itaituba e do Alto Tapajós, revoltados com medida que consideram prejudicais aos interesses de toda a população indígena, interditaram na manhã desta terça-feira, dia 25 de outubro, o Porto da Balsa, considerado ponto estratégico que interliga Itaituba ao Distrito de Miritituba.

Os protestos já vêm ocorrendo há vários dias para chamar a atenção das autoridades para que revoguem a Portaria nº 1.907, de 17 de outubro de 2016, do Ministério da Saúde, que transfere as decisões da saúde indígena para Brasília, diretamente ao ministério da Saúde, deixando sem autonomia a SESAI. Os servidores da saúde indígena, em sua maioria enfermeiros(as), também aderiram ao manifesto em apoio a reivindicação dos Mundurukus.

Para um dos lideres do Movimento, Sandro Waru Munduruku, essa medida só vai complicar a vida dos indígenas, principalmente quando se tratar de uma emergência e isso tiver que ser resolvido por Brasília. Para Sandro, fica completamente inviável o governo Federal dar conta das demandas de saúde.

Por: Nazareno Santos

Fonte: RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *