VADE RETRO ME, SATANA

Peço emprestada a expressão do exorcismo católico do século XVI para fazer referência, ao Secretário de Esportes, tampão, do governo que vade retro, pelo desserviço que prestou ao futebol amador santareno, ao negar o estádio Colosso do Tapajós para a realização do campeonato santareno de futebol sob a alegação de que prejudicaria o gramado, disse ao Presidente da LES, Jailson Júnior.

Para esses secretários que vieram a mando do poder central da metrópole, para se empregar em Santarém não se poderia esperar outra coisa. É claro que não poderiam fazer nada pelo povo santareno a não ser que lhes fosse mandado pelo superior, talvez o daqui, difícil!  Ou então o de lá.

Eu já esperava essa resposta porque em quatro anos o futebol amador santareno foi tratado em último plano, não seria, agora, faltando 60 dias, para encerrar o mandado (hoje, só faltam 30 dias) Ave César! E ainda perderam a reeleição, aí que não fariam nada mesmo, como não estão fazendo pela cidade, mas irão ganhar, ou seja, receber os seus salários até o último dia.

Posso parecer enjoado, mas eu, meu saudoso pai, além de muitos desportistas que já desencarnaram, fomos os responsáveis juntamente com a força política, da época, Ronaldo Campos, Paulo Roberto Matos, Benedito Monteiro, a se conquistar esse estádio para Santarém, mais precisamente, para servir de Praça para a prática do futebol amador de Santarém. Hoje o que se vê? O estádio, que estava em comodato para o município de Santarém foi devolvido ao Estado do Pará e quando querem para show evangélico principalmente, vão direto na capital. Com isso o nosso futebol amador que não tem peso político está fadado ao fim em favor do dito profissional. No ano de 2015 o Fluminense e Tapajós disputaram a final do campeonato sub-20 a primeira partida disputada no campo do Norte e a segunda no campo do Aeroporto Velho, chamado campo da SEMINFRA e os clubes receberam troféu talvez no valor de R$ 1.99 (Por esse golpe mortal dado pelo Secretário de Esportes e Lazer desse agonizante governo é que lhe digo) VADE RETRO ME, SATANA! ======== O esporte santareno perdeu na terça feira passada, 29.11.2016, o Professor Manoel Djalma Lima, o homem que vivia o esporte 24 horas por dia. Sua compostura física diferia dos hoje, professores de Educação Física. Foi eclético, como corredor, jogador de futsal, árbitro de futebol de campo e de futsal, vôlei, professor de natação formador de novos árbitros e novos atletas, coordenou torneios nos quatro cantos do município de Santarém, coordenou por muitos anos a corrida do Círio. Coordenou a caminhada ciclística nos 50 anos de fundação do Fluminense, ainda foi o meu substituto na presidência da Liga Esportiva de Santarém e eu fui o seu vice-presidente. Somadas às perdas de Lúcio Santarém, Silvestre Campina e ao Djalma, até agora o ano não foi bom para os desportistas santarenos. Descanse em paz Djalma Lima, (nesta decisão não deu empate). //// O luto se estende não só aos desportistas santarenos, mas ao povo brasileiro, em sua totalidade, em vista do acontecido com a equipe de futebol e diretores da Chapecoense (SC) e jornalistas que o acompanharam. Luto nacional. ========= O 98º Círio da nossa padroeira, Senhora da Conceição. O que faltou nas orações no percurso talvez por causa desses barulhos das chamadas “homenagens” ganhou, em muito, na popularidade do nosso Bispo Dom Flávio Giovenalli. Este saiu da corda e foi abençoar o nosso grupo na 7 de Setembro com a Tapajós, quando iniciávamos a primeira descida da “redonda”. Além das crianças, idosos e o povo que o cercou até que voltasse para a corda, sempre atendendo a todos, com carinho e educação, o nosso bispo não é pop. Ele É show! E na alegria das pessoas que foram na corda “os amigos da Corda” demonstraram um entusiasmo incontido, deu uma beleza a mais na procissão do Círio. ========== Com a demonstração na Câmara Municipal, pelo vereador Erasmo Maia (DEM) um espelho de como será a reforma administrativa do futuro governo do prefeito Nélio Aguiar (DEM), aparece a extinção do NÚCLEO DE GERENCIAMENTO DE OBRAS, fiquei preocupado, porque até agora não concluíram parte da calçada (justamente em frente a minha casa)  da Turiano Meira, na Cohab, que vieram até aqui garantindo que concluiriam, e até agora estamos impedidos de entrar em nossas casas e de colocar os nossos veículos na garagem- Vade Retro Me Satana. ==========- Olhem só! Há mais de dois anos não são divulgados os números da violência no Pará, nem o número de rebeliões e fugas de presos das penitenciárias. Antes quando tinham rebeliões trocava-se o diretor da casa penal. Hoje parece que é motivo para continuar no cargo. Basta tirar pela penitenciária de Santarém, quem é que segura os homens? ========= Segundo o escritor Rui Raiol em (O Liberal de 29.11.2016) página 2 – Atualidades. Vivemos uma democracia de fachada. Ilusão. Gastamos milhões para eleger as mesmas figurinhas. Ainda, de cara nova, já chegam contaminados. Por causa da mamata, até pastores de grandes igrejas entram na roda política e concorrem a cargo políticos, Lamentável. Lamentável. Lamentável. Não há esperanças para o Brasil. Não há esperança em menos de um século. Para que houvesse uma mudança, necessário seria educar o povo. Mas aonde você já viu Ali Babá revelar a senha? Por que instruir a nação? Por que formar a consciência? Vêm do Maranhão? Pois é: terra de ex-presidente, Estado paupérrimo, miserável à enésima potência. ========= Lamentemos pela paradisíaca ilha do Caribe. Fidel deixa uma herança nefasta. Morreu porque a morte é mais ditadora ainda. Não respeita partidos nem liberdades. Cuba ficou assolada, governada pela mesma família sem democracia. Lamentemos igualmente o Brasil, aqui estamos sendo saqueados. Vão-se os nossos bens, vai-se igualmente o progresso, a saúde, a educação, a comida. Somos todos latinos – americanos. Nossa história é a história de figurões que aparecem travestidos de anjos de luz, mas, na verdade, não passam de diabos na democracia. ////DIA 04/12 VAMOS PARA RUA DEFENDER AS MEDIDAS CONTRA A CORRUPÇÃO ELEITAS PELO POVO. QUE NA CALADA DA NOITE OS SENADORES VOTARAM CONTRA O POVO BRASILEIRO //// Hoje tem sexta da saudade no FLUMINENSE, com a BANDA STILLUS, CAETANO, DELSON, participação especial da cantora LÍCIA MARA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *