Hospital Regional de Santarém realiza evento sobre cirurgia segura

O procedimento cirúrgico é um aliado essencial na assistência à saúde. Em muitos casos, torna-se o principal meio de tratamento. Anualmente, mais de 230 milhões de cirurgias são realizadas, com tendência sempre crescente. No entanto, quando há falha no processo cirúrgico, os danos podem ser irreparáveis. As estimativas apontam que, pelo menos, sete milhões de pessoas têm complicações cirúrgicas a cada ano. Em virtude desse risco, o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém (PA), realizou, na semana passada, o workshop sobre cirurgia segura, com o tema “Checagem correta garante cirurgia segura”.

A programação contou com palestras que abordaram, entre outros temas, os riscos e cuidados no ato anestésico e prevenções de infecção do centro cirúrgico. “É muito prazeroso fazer um evento desse para mostrar nossos processos e trabalhar com a segurança do paciente. Sabemos que é uma proposta nova para a região, estar trabalhando com a segurança do paciente. É um desafio”, diz supervisora do Centro Cirúrgico, enfermeira Mirelli Nobre.

A supervisora da Central de Materiais e Esterilização (CME), enfermeira Conceição Machado, fala que é fundamental a integração entre os setores para garantir uma cirurgia segura. “O Centro Cirúrgico e o CME dependem altamente um do outro. São dois processos que precisam estar alinhados no dia a dia. Sempre com foco na segurança dos nossos usuários”.

O Hospital Regional de Santarém foi projetado para oferecer procedimentos de alta e média complexidades e, como aponta o diretor da unidade, Hebert Moreschi, a tendência é se aprimorar ainda mais em alta complexidade. “A cada dia que passa nós vamos deixar de realizar procedimentos de baixa complexidade para realizar procedimentos mais complexos. E, quanto maior a complexidade, maior o risco. Então, essa capacitação vem de encontro com esse objetivo”, finaliza.

Hospital

O Hospital Regional do Baixo Amazonas é uma unidade pública de saúde, pertencente ao Governo do Pará e administrado, desde 2008, pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar. O HRBA foi o primeiro hospital público do Norte a conquistar o certificado máximo de qualidade, a ONA 3 – Acreditado com Excelência. O hospital atende casos de média e alta complexidades e é referência em ensino e pesquisa na região amazônica da dos adolescentes do hospital.

Fonte: RG 15/O Impacto e Joab Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *