Divisão de Homicídios da 16ª Seccional da PC elucida mais um caso e manda 5 para cadeia

A Polícia Civil por meio da Divisão de Homicídios da 16ª Seccional elucidou o assassinato do jovem Anderson Pedroso Rodrigues, 22 anos, ocorrido no dia 6 de novembro do ano passado em Santarém. Um dos envolvidos no crime já havia sido preso na quarta-feira (17).

Na sexta-feira (19), outros quatro acusados foram presos. Todos estão com mandados de prisão preventiva decretados pela Justiça.

Segundo demonstrou as investigações presididas pelo delegado Germano do Vale, titular da Divisão de Homicídios, o crime foi premeditado pelos acusados após uma bebedeira na comunidade de Boim, em Santarém. Ainda de acordo com inquérito policial remetido a Justiça, a motivação para o bárbaro homicídio que chocou a população, foi devido a vítima ter acusado um dos presos de envolvimento em um crime ocorrido tempos atrás.

Na quarta-feira passada, foi preso Ambrosio Filho Guimarães Fernandes. Nesta sexta-feira, foram presos (Foto) inicialmente Pedro da Silva Colares, Gracildo da Silva Colares e Rosiney Fernandes Braz, acusados de participação direta no assassinato. Os presos foram localizados durante a tarde. No final da tarde, o quinto acusado do homicídio se entregou na Seccional de Santarém. Carlos Alexandre de Lima Costa, de apelido Carlinhos. Os presos admitiram o crime. Segundo eles, a vítima foi morta a golpes de terçado e foice.

No dia do crime, o grupo havia bebido e depois se reuniram para matar a vítima. Os presos irão responder por crime de homicídio triplamente qualificado. Com as prisões, o caso está encerrado e o processo vai tramitar na Justiça.

O crime: Anderson Matheus foi achado morto com perfurações pelo corpo na comunidade Boim, no interior do município de Santarém, onde também residem os familiares da vítima. O corpo estava às margens da Travessa Urbelino Serique. Segundo familiares, a vítima teria saído com amigos para um torneio de futebol na comunidade.

RG 15 / O Impacto com informações da PC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *