Pessoa que reside no estado de São Paulo é identificada como possível funcionário fantasma da Câmara

As investigações relacionadas ao esquema de funcionários fantasmas na folha de pagamento da Câmara de Vereadores, apontam que, até mesmo pessoas que residem em outros estados receberam salário sem ao menos comparecer na Casa do Povo.

A voz de prisão dado ontem (31/01) a uma servidora do órgão, depois que mentiu a autoridade policial, dizendo que reconhecia e que determinadas pessoas que constam na folha realmente iam na Câmara, caiu por terra quando o delegado José Klaydson Castro solicitou que a mesma diante de fotos, apontasse quem era o servidor.

Após relatar que o servidor em questão realmente prestava o serviço, e ser confrontada com as fotos, acabou confessando que não conhecia, sendo que o mesmo reside no estado de São Paulo.

Luzicleia Nascimento Batista que trabalha na Câmara foi presa e autuada em flagrante ao tentar enganar a autoridade policial.

O delegado, após identificar quem teria orientado a servidora a mentir, analisa a solicitação de prisão preventiva do mesmo, por tentar obstruir e dificultar a investigação policial.

Saiba Mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *