Silas Brindeiro – Força e perseverança na luta pela vida

Jogador que luta contra a Leucemia, sendo entrevistado por Luiz Carlos Botelho

Nossa equipe visitou o Centro de Treinamento da Agremiação Atleta do Futuro, comandada pelo técnico Joaci Moura. Na ocasião, tivemos a surpresa e a honra de encontrar o ex-atacante do Guarani (SP), Náutico (PE) e São Francisco (Santarém), Silas Brindeiro, que trava uma grande luta contra a Leucemia. Em dezembro do ano passado Silas embarcou para os Estados Unidos, após diversos apelos a hospitais norte-americanos, o jogador conseguiu o tratamento que precisava de forma gratuita no estado de Maryland, onde passou mais de dois meses internado. O tratamento realizado não conseguiu zerar a Leucemia devido a diversas complicações envolvidas na doença, então, Silas retornou para o Brasil onde dará continuidade ao seu tratamento em Piracicaba, São Paulo, no mesmo hospital onde iniciou seu tratamento em 2014. No próximo dia 13 de março (terça-feira), realizará uma nova consulta com o médico, a partir daí saberemos quais serão os procedimentos futuros, sendo que o transplante de medula óssea só poderá ser realizado diante da cura total da Leucemia, inclusive já existe um doador. Durante sua passagem por Santarém, Silas realizou um exame de hemograma no laboratório Celso Matos. O centroavante conversou com nosso correspondente Luiz Carlos Botelho, contou sua história, planos futuros e agradeceu toda a ajuda que recebeu:

“Eu mais de que ninguém na minha vida esportiva, estive tão perto desse atleta e recordo-me que no Sub-20, o Bruno me chamava para fazer uma palestra antes das partidas finais no campo do Norte e naquela época o Silas despontava como craque exponencial, um jogador de muito futuro, como de fato foi e hoje ele está aqui com a gente, na sua terra, revendo os amigos e como sempre digo, matando a saudade de todos nós. Silas, a distância do Sub-17, do profissionalismo do São Francisco até o Guarany de Campinas, foi uma jornada vencedora e marcante”, disse Botelho.

“Verdade! Fico feliz por esta oportunidade de falar um pouco da minha história sobre o que eu vivi dentro do futebol e agradeço a todos pelo carinho e apoio. Nesse período em que eu fiquei de 8 a 10 anos como profissional, desde a categoria de base do São Francisco até o último clube que foi o Guarany, eu só louvo a Deus por Ele estar sempre do meu lado. Eu passando por diversas dificuldades e sempre vencendo. Hoje estou aqui revendo os amigos, a família, passando um pouco do que eu vivi no futebol profissional para essa garotada daqui”, disse Silas.

Luiz Carlos Botelho disse que Silas é um lutador nato, que antes lutou pela bola e hoje, luta pela vida; para estar bem, para voltar quem sabe a bater uma bolinha, pois ninguém é de ferro.

“De fato, está presente no sangue, desde criança a gente gosta de jogar futebol, algo que aprendemos e sempre colocamos em prática, faz parte do nosso dia a dia. Acompanhamos as notícias, sabemos o que acontece dentro do mundo do futebol e, comigo não é diferente, eu estou sempre atento a tudo que acontece, dentro e fora de campo. Isso é bom e quem sabe lá na frente, se Deus permitir, vou voltar a bater minha bolinha, jogar com os amigos, quem sabe até mesmo voltar a ser atleta, isso é um objetivo também”, informou o jogador.

Nós sabemos que sempre temos ao nosso lado a família e os amigos, que são de fundamental importância. Santarém na época da sua campanha fez uma corrente muito grande, imprensa, jogadores, amigos e familiares, foi um pensamento uníssono em toda Santarém, todos se perguntavam: “isto está acontecendo com o Silas, aquela pessoa boa, que lutou para vencer, que chegou ao topo, que chega na primeira divisão de São Paulo, que brilha no futebol paulista”, e de repente acontece uma coisa dessas. Nesse momento, gostaria que você desse uma palavrinha para quem lhe ajudou, quem viu no Silas um companheiro passando por um momento difícil e viu a necessidade de se dar as mãos.

“Realmente, tudo isso aconteceu. As pessoas se solidarizaram muito, ficaram preocupadas com minha situação, fizeram coisas, mesmo com a grande crise que o País passa. Conseguiram em um curto período fazer uma campanha muito grande. Eu só tenho a agradecer as essas pessoas que estiveram envolvidas, as pessoas que ajudaram financeiramente, ajudaram em oração, com uma palavra de apoio e incentivo. Realmente hoje sou grato a essa cidade que me abraçou, que sempre esteve presente ao meu lado. As pessoas que são envolvidas no esporte sentiram muito o que aconteceu e graças a Deus, parcialmente, passou essa situação e eu sigo enfrentando essa batalha, mas creio que lá na frente vou sair vencedor. Às pessoas que estiveram envolvidas, sou muito grato e desejo toda sorte do mundo e que Deus abençoe cada uma para que mantenha sua saúde e sucesso para tudo aquilo que eles venham fazer daqui para frente”, declarou.

É necessário que nós entendamos que no esporte a educação religiosa é fundamental, e para nossa felicidade, durante nosso encontro com o ex-jogador Silas, encontramos o pastor Ciro. Ele estava conversando com essa turma do futuro, mostrando o quão é importante e amor e a palavra de Deus para todos nós.

“Nosso objetivo é trazer fé, fazer com que esses jovens acreditem nos seus sonhos, no futuro, para que Deus possa proporcionar para cada um deles um futuro mais digno e melhor. E também falando de fé, no caso do Silas, que é um exemplo de milagre da parte de Deus, falando de fé, de um Deus que tem todo poder de mudar e transformar as pessoas”, disse pastor Ciro.

Podemos observar o quanto é importante a fé em tudo que desejamos, temos certeza que Deus vai acompanhar o futuro dessa turma tão nova que sonha em ser jogador profissional e é claro, sempre acompanhados da boa palavra. O acompanhamento com o Joaci Moura que está à frente, o acompanhamento do pastor que sempre vem aqui dar o seu incentivo, mostra que é importante se ter fé, que é importante a presença de Deus em todos os projetos de vida em que se faz.

Por: Jefferson Miranda

Fonte: RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *