Luís Pixica: “Governo investigará destino da verba do Hospital Infantil”

Secretário diz que obra do Hospital Materno Infantil vai ser retomada

O Secretário de Cultura de Santarém, Luís Alberto Figueira, mais conhecido por Luís Pixica, esteve em nossa redação e falou sobre as novidades no âmbito da cultura em nossa Município, bem como de outros assuntos condizentes com a atual gestão pública, que vem enfrentando diversos problemas.

“Do ano passado até agora, foram realizados vários eventos culturais. Foi implantada uma coisa inédita, que foi o Conselho de Patrimônio Histórico Cultural; nós iremos implantar no próximo dia 13 o Conselho de Cultura de Santarém, que é um ato inédito e que sempre foi empurrado com a barriga por outras administrações, e hoje nesse governo, temos a proposta de democratizar a cultura, de fazer acontecer as coisas em Santarém”, disse Luís Alberto.

Muitas mudanças aconteceram desde o ano passado, segundo Luís Alberto que tem feito um bom trabalho. “Eu não gosto de fazer comparações com o governo passado, mas às vezes, nós precisamos dizer o que fazemos. Até porque existem algumas pessoas que não querem enxergar, deixam cair suas máscaras e, de forma covarde, passam a falar por trás, através da imprensa marrom, e criticar um governo que está trabalhando em Santarém. Graças a Deus, Santarém teve um Çairé, ano passado, sem nenhum incidente; não teve nenhuma morte e afogamento em Alter do Chão; graças a uma parceria que nós temos com a Polícia Militar. Eu quero aqui frisar essa parceria constante através dos seus comandantes, o Wilton do GTO, coronel Tomaso (CPR-1) e Tenente-Coronel Maués (3º BPM) que têm desempenhado um trabalho exemplar em Santarém, e a Prefeitura tem feito algumas coisas acontecerem de forma muito parceira. Fizemos o resgate do carnaval em Santarém, foi uma coisa estupenda. Eu sempre dizia que iríamos resgatar o carnaval para o povo, pois temos de deixar de fazer carnaval só para blocos, e sim um carnaval para o povo e foi uma grande festa ano passado; um sucesso a festa de carnaval deste ano e iremos continuar até o final do mandato do governo Nélio Aguiar, nessa postura de fazer as coisas mais alegres e com segurança para a população de Santarém”, informou.

Diante do grande castigo que Santarém vem recebendo por conta das fortes chuvas em sua infraestrutura, prejudicando diretamente a população, muitas crateras e buracos aparecem em várias artérias da cidade. Perguntamos ao Secretário, em resposta à população, como o governo está lidando com essa situação: “Verdade! Até porque eu tenho a obrigação de falar, por fazer parte desse governo com muito prazer e orgulho. Esse governo está trabalhando de forma séria, acima de tudo, de forma honesta, discutindo com a população os seus problemas e resolvendo conforme o possível. Infelizmente as intempéries que têm castigado Santarém, nós temos de aceitar, mas aceitar resolvendo os problemas e, isso é algo que estamos fazendo. Agora, eu lamento que governos passados, que tiveram a oportunidade de fazer as coisas certas para que esses problemas não estivessem acontecendo, principalmente quando nos deparamos com grandes crateras que abrem nas ruas de Santarém por falta de uma infraestrutura que ao longo dos anos deveria ser feita e não foram, a gente fica a lamentar. Eu sempre digo que a traição pode ser muito ruim, mas a covardia é pior. Acho que cada um tem de assumir o seu papel. Nós temos situações que foram deixadas de lado quando pessoas poderiam ter feito alguma coisa e hoje se aproveitam da mídia para tentar denegrir um governo que está trabalhando de forma séria. Eu lamento isso, e digo mais, a população pode ficar tranquila, pois este governo vai fazer as coisas acontecerem, está fazendo acontecer. Nós temos mais de 100 milhões de reais para ser empregados em Santarém, graças ao esforço do prefeito Nélio Aguiar de ir a Brasília, ir aos ministérios buscar esse dinheiro e trazer para nossa cidade. Agradeço aos deputados que nos têm dado total apoio com suas emendas, inclusive nós temos uma emenda na cultura para a refrigeração, iluminação e o som da Casa da Cultura de Santarém, fruto de uma emenda do deputado Chapadinha. Ele conseguiu essa emenda ainda no governo passado, mas não sei porque ‘cargas d’agua’, não tinham implantado e executado essa emenda, e o dinheiro estava para retornar aos cofres públicos em Brasília, porém, no ano passado, nós resgatamos isso e estamos implantando; está no período de montagem lá a refrigeração, som e iluminação, graças à emenda do deputado Chapadinha. Nós temos muitos outros deputados parceiros que nos têm dado emendas, e o prefeito Nélio Aguiar tem feito o resgate dessas emendas que não foram executadas. Lamento muito, pois Santarém poderia estar totalmente diferente, mas infelizmente os governos que passaram, não puderam ou não quiseram fazer o que deveria ser feito. Não quero aqui culpar governos anteriores e defender o atual governo, que tem trabalhado, acima de tudo, com seriedade e parceria, bem como com democracia. Recentemente conversamos com as associações organizadas sobre a questão do IPTU, isso não é voltar atrás, é reconhecer. Nosso Prefeito é democrático, alguém que sabe ouvir as pessoas e conversar com o povo e nós vamos fazer de Santarém uma bela cidade”, disse o Secretário de Cultura.

Recentemente o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, esteve em Santarém e visitou o Hospital Municipal como também a obra do Hospital Materno Infantil. Em determinando momento, alguém questionou sobre a obra do Hospital Infantil que estava paralisada e o Ministro disse que o recurso foi liberado durante a gestão passada. O que será que aconteceu com essa verba?. Perguntamos. “Essa pergunta deveria ser feita para o Prefeito passado, porque ele de fato deveria passar essa informação. Lamentamos, porque a população sofre. Quando se tem um recurso para se fazer uma obra e não se faz, talvez por falta de competência ou outra coisa, para mim, isso se chama irresponsabilidade. Ora, se o Ministro vem em Santarém e diz que deveria concluir esse hospital em virtude de ser liberado esse recurso, nós precisamos saber o que foi feito com esse recurso e o governo atual está indo atrás. Nós daremos essa resposta ao povo santareno em breve. Vamos investigar, nós vamos atrás desse recurso. Nós temos algo a dizer à população: o atual prefeito Nélio Aguiar já foi ao Ministério da Saúde em Brasília e essa obra do Hospital Materno Infantil irá retornar, ainda vai demorar um pouco por conta das burocracias, é um trabalho árduo, mas nós iremos dar resposta ao povo de Santarém e vamos descobrir aonde está o dinheiro da obra do Hospital Materno Infantil. Eu acredito nesse governo. Eu, quando aceitei ser Secretário foi acreditando no projeto do prefeito Nélio Aguiar, de contrapartida, pedimos à população que nos ajude, não jogando lixo nas ruas, que não pegue corda de ‘viúvas’ do governo passado, que estão aí a divulgar coisas inverídicas, pois o governo está trabalhando em prol da população e irá sim fazer muito mais por Santarém”, finalizou Luís Alberto Figueira.

Por: Jefferson Miranda

Fonte: RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *