Aos 18 anos, brasiliense se torna o advogado mais jovem do Brasil

Mateus Costa Ribeiro, de 18 anos de idade, se tornou, na sexta-feira (29), o advogado mais jovem do Brasil. Brasiliense, filho do advogado João Costa Ribeiro e da pedagoga e advogada Rosilene Costa Ribeiro, o menino-prodígio é sobrinho do desembargador do Tribunal de Justiça do DF Diaulas Costa Ribeiro e do juiz Gabriel Costa Ribeiro, titular da Vara Única de Marapanim(PA), que já atuou em Rondon do Pará e em Salinópolis.

Mateus foi aprovado em Direito no vestibular da Universidade de Brasília aos 14 anos de idade, quando ainda cursava a metade do 8º ano. Conseguiu uma liminar para ser matriculado, com a condição de que concluísse a formação do ensino fundamental e médio em 24 horas. A determinação judicial parecia algo impossível. Mas o garoto fez as provas dos 8º e 9º anos e 1º, 2º e 3º anos do ensino médio e obteve a pontuação necessária em todas.

Acumulando matérias, cursos de verão e atividades extraclasse, Mateus concluiu o curso de Direito na UnB em 4 anos e, antes mesmo de se formar, foi aprovado no Exame da OAB-DF.

A sua condição de superdotado ficou explícita ainda na infância. Aos 10 anos de idade, para escapar de um castigo, ele impetrou um habeas corpus junto ao pai a fim de poder assistir ao jogo do Corinthians na TV. Na quinta série, um professor desafiou os alunos da turma a ler 50 livros naquele ano. Com a ajuda da mãe, ele começou a ler um livro atrás do outro. No final do ano tinha lido 86 obras.

O recorde quebrado por Mateus era do doutor em direito João Costa Ribeiro Neto, seu irmão mais velho, que conquistou a carteira da OAB aos 20 anos. A irmã do meio, Clarissa Costa Ribeiro, tem 20 anos e deve se formar em direito, também na UnB, no fim deste ano. Já foi aprovada no Exame da Ordem e poderá se tornar a mulher mais jovem na advocacia do País.

Fonte: Franssinete Florenzano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *