O CÍRIO 100 DA PADROEIRA DOS SANTARENOS

Eu almejei tanto ver este círio que se avizinha dia 25 deste mês de novembro, porque se trata do Círio 100. Falei que seria sem algumas tradições dos outros círios, como vocês já devem ter notado. Só não falei e nunca imaginei da impossibilidade do Círio 100, estar sem mim, neste domingo. Mas a minha mãe CONCHITA, resolveu me deixar de fora, para estar na Festa dia 08/12, porque sei muito bem que o Círio 200, não estarei mais aqui. Fui!!!!

Em tratamento médico me encontro aqui na Capital do Estado há mais de dez dias e ficarei por mais algum tempo. Espero chegar aí antes da festa. Ficarei até sem distribuir água na casa do meu amigo Camargo Fona, na Av. São Sebastião, o que fazemos já algum tempo, assim como, sem me juntar com os meus amigos, na Trav. 7 de Setembro com a Av. Tapajós. Encontro de mais de 25 anos: Valquírio, Cabecinha, Birimba, Camargo, cunhado e o Pé de Banha, Arnoldo Amaral, “Biqueira” entre outros. O ponto ficará sem mim, e sem o “Segurança”, que Nossa Senhora já pediu para ele subir para o “andar de cima”, todos sempre acompanhados das suas esposas, ou sogras, como o Cabecinha e mais alguns familiares. Já merecemos (este grupo) até uma benção especial do Bispo que está se despendido do povo católico e não católico de Santarém, há dois anos atrás. Observo que a cada ano o nosso grupo está reduzindo. Então, só me resta a desejar a todos os católicos de Santarém um bom centésimo Círio e que Nossa Senhora da Conceição abençoe a nossa Cidade, os nossos governantes, e todas as nossas famílias, os santarenos ausentes e toda a comunidade católica e não católica da região do Oeste do Pará. \\\\\\\\\\\ Este mês de novembro é cheio de datas importantes, para mim e algumas deveriam ser para todos os brasileiros.  Primeiro, o dia 1º, foi o dia do homem “dia de Todos os Santos”; dia 02 – Finados, onde com muita dificuldade chegamos às sepulturas dos nossos entes queridos, que já nos deixaram nos dois cemitérios da nossa cidade, pelo menos. Dia 03 era o aniversário do meu irmão LUIZ recentemente falecido; dia 10, aniversário do meu saudoso pai ÉLVIO FONSECA e da minha esposa, NINFA, companheira de 40 anos; dia 11 aniversário do meu irmão LÚCIO; dia 12 aniversário do meu irmão CARLOS MAGNO e do grande amigo do meu pai e de toda a nossa família, o magnífico artista completo: RENATO SUSSUARANA, orgulho de nossa terra, que completou 80 anos e recebeu de sua filha e esposa uma festa simples e agradável – como ele sempre foi em toda a sua existência. Para quem não sabe, foi ele quem criou a frase que ficou como slogan do Fluminense da Presidente Vargas: SE EXISTE GRANDE ESTE É UM. Você também, o amigo RENATO – a recepção foi preparada com requinte e bom gosto, como já dito acima pela sua Esposa LEO e sua filha CECY ONEIDE, e esteve cercado por familiares, seus amigos do futebol, carnaval, da política, da Academia de Letras e demais segmentos da Arte e da Cultura santarena. Muitos anos de vida RENATO AURÉLIO CARVALHO SUSSUARANA. \\\\\\\\\\\\\\. Dia 13 de novembro era o DIA DA CORTESIA, será que precisava se criar um dia específico? Como se todos os dias não fosse dia de Cortesia! Isso me fez lembrar o gesto do Juiz Dr. Cosmos da 4ª Vara Civil e Empresarial da Comarca de Santarém, em mandar mudar no seu cartório as frases que intimidavam os jurisdicionado, como: “Desacatar servidor público é crime”, trocou por: UM SORRISO GERA GENTILEZA, simples não? ////////////// Continuando com as datas de novembro. Dia 19, o dia consagrado ao “Nosso lindo pendão da Esperança e o símbolo augusto da paz…”, o dia da Bandeira nacional, não foi feriado, nem se deu destaque, porque o dia 15, dia da Proclamação da República, deve ter sido considerado mais importante para os homens da lei. Não ouvi falar das cerimônias nos quarteis, ao meio dia, onde se incineravam as bandeiras, sem condições de uso, mas deram destaque e até alguns estados foi feriado para o dia 20, dia da Consciência Negra. Exaltando a morte de Zumbi dos Palmares. Que tinha escravos e não conseguiu a liberdade de ninguém. Executava negros que fugiam do quilombo, Esquecendo de fazer a devida homenagem a LUIZ GAMA, que era autodidata, advogado escravocrata, fundou a Loja Maçônica no Brasil, juntamente com Rui Barbosa e por lei, foi considerado o Patrono da Abolição da Escravatura, porque lutou para libertar mais de 500 escravos no Brasil pela via judicial. Apesar de ter nascido livre, foi vendido como escravo pelo pai aos 10 anos para pagamento de dívida de jogo. Ele atuava como rábula, exercendo a advocacia sem ter o título, o que era permitido naquela época. Morreu em 24 de agosto de 1882, antes de a abolição ser concretizada. Em 2015, 133 anos após sua morte, ele foi reconhecido como advogado pela OAB e por lei é considerado o Patrono da Causa Abolicionista no Brasil. //////////// Será que tudo isso ainda não cabe na Consciência Negra. Para mim isso só em fomentar a discriminação, que não era acentuada na época da minha juventude, jogávamos bola juntos, estudávamos juntos na mesma sala de aula, enchíamos água juntos e não havia essa discriminação toda, nem todos esses montes de manifestações, congressos, debates, em nome da discriminação racial, feiras de diversos produtos, assim a negritude está rendendo alguns cruzeiros. ////// Gente famosa da Cor, disse: “O dia em que pararmos de nos preocupar com a Consciência Negra, amarela ou branca e nos preocuparmos com a consciência humana. O racismo desaparece.” (Morgan Freeman). ////////////// E eu me lembrei uma canção que cantávamos, no seminário São Pio X, “diga-me de que cor é a pele de Deus” serve para todas as raças. //////////// Ainda no dia 21/11/2018, data da reabertura da Catedral da Nossa Senhora da Conceição em Santarém, após a revitalização ou restauração? Pelas imagens recebidas pelas redes sociais, só vem confirmar o que escrevi aqui nesta coluna, por ocasião do início das obras. Disse que: iriam acabar com o resto que ainda possuía da arte sacra barroca, do primeiro prédio construído em Santarém. Não deu outra. Alguns estão achando linda, futurista, outras acharam que antiguidade é para museu. Lamento a falta de conhecimento, se assim fosse as igrejas de Salvador, os prédios de Ouro Preto, Recife e Olinda, em Pernambuco, para não falar das, 7 Povos da Missões no Rio Grande Do Sul. Tristeza, pelo descaso com a nossa história? Mas só curiosidade, quem foi o restaurador, o conhecedor de arquitetura religiosa, com relação aos templos sacros que esteve à frente da obra? ///////////// Já no dia 22 de novembro, DIA DE SANTA CECÍLIA, a padroeira dos músicos. Lembro-me que outrora, na sede do Fluminense, nos tempos do saudoso NELSON MACHADO e depois ODILSON MATOS, quando presidentes da Ordem dos Músicos do Brasil em Santarém, havia uma festa feita pelos próprios músicos, todos se apresentavam por 15 minutos. Era uma noite maravilhosa. O cantor RICK MIRANDA quer reviver esses momentos. Portanto, mais uma para Santarém – Terra do já teve. Mesmo assim, meus parabéns a todos que alegram as nossas vidas – os músicos. /////////// Minhas solidariedades aos familiares do nosso VOZ DE OURO – DEMÉTRIO MIRANDA – que nos deixou, descanse em paz companheiro de muitas serestas. ///////////// Vou encerrar minha participação neste ano, neste semanário, tal qual a seleção brasileira que mais para inglesa, pela quantidade de jogos realizados ali. Que se mire na alegria e disposição dos atletas, camaronenses ou camaronês, só para o ano, que 2019 seja um ano muito próspero para todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *