Prefeitura de Santarém solicita antecipação da Campanha de Vacinação contra o vírus H1N1

A situação de emergência na saúde do Amazonas decretada pelo ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta em decorrência do surto do vírus H1N1 no Amazonas que já levou a óbito pelo menos 17 de pessoas no estado é alerta para a saúde de Santarém. Sabendo disso, o prefeito Nélio Aguiar solicitou a antecipação da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe no município ao secretário de Estado de Saúde Pública Alberto Betrame.

A ameaça de epidemia no Pará é alarmante, uma vez que o estado é divisa do Amazonas e também por que Santarém recebe um grande fluxo de passageiros de Manaus via embarcações ou empresas aéreas. A campanha já está prevista para iniciar em 15 de abril, no entanto, em vista do perigo eminente faz-se necessário a antecipação.

De acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) do Amazonas, 301 casos de gripe já foram notificados. Destes, 69 já foram confirmados para o vírus da Influenza A. O boletim divulgado aponta ainda que das 17 mortes, 13 foram em Manaus, duas em Manacapuru, uma em Parintins e uma em Itacoatiara.

O governo do Amazonas e a Prefeitura de Manaus intensificaram a campanha de prevenção ao H1N1 e adotaram medidas em conjunto para garantir atendimento na rede de saúde.

Em relação a medidas de prevenção contra o vírus H1N1, para os especialistas da área da saúde, existem métodos como manter as mãos higienizadas, ingerir vitamina C que aumenta a imunidade e cuidar do sistema imunológico.

O ofício emitido pelo prefeito Nélio foi protocolado nesta sexta-feira (8) e aguarda resposta.

Fonte: Agência Santarém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *