Artigo: A misteriosa visita de Trump ao hospital e o burburinho da mídia

Por Oswaldo Bezerra

No último sábado, o presidente norte-americano Donald Trump fez visita, não programada, ao Hospital Walter Reed. De acordo com a secretária de imprensa, da Casa Branca, Stephanie Grisham, Trump passou por exame de rotina, parte de seu exame físico anual. Depois de duas horas, foi embora. Quando se trata de Trump, se houver algum sinal de potencial fraqueza, a grande mídia vai pipocar. Mesmo que a Casa Branca insista que Trump está em perfeita saúde, a grande mídia se recusa a acreditar nisso.

Um artigo da CNN, sobre esse incidente, indica que não podemos aceitar nada que venha do governo Trump. Isso se deve as milhares de fake news que este governo já divulgou. Para a CNN, foi um preocupante fim de semana em uma sala de emergência. É claro que esse artigo não identificou nenhum exemplo de mentira da Casa Branca.

O repórter do Los Angeles Times David Lauterem, por twitter, relatou que isso é um exemplo de como a longa história, de declarações falsas, da Casa Branca acabou com qualquer presunção de veracidade. Essa característica foi impressa pelo criminoso internacional Steve Bannon, quando dava cartas na Casa Branca. Ele foi chutado por Trump, mas achou guarita aqui no Brasil com Bolsonaro.

Porém, o que está acontecendo nos EUA é bizarro. A grande mídia acusa regularmente o presidente norte-americano e, os que o rodeiam, de serem mentirosos. A imprensa está deixando bem claro que não devemos acreditar no que eles dizem.

Para que um sistema de governo funcione corretamente, precisamos confiar em que os líderes digam a verdade. Se eles não estão nos dizendo a verdade, ou se não somos capazes de confiar neles, nosso sistema está fadado ao fracasso. Exemplo disso foi a mensagem de twitter de Bolsonaro, sobre as indústrias, que estavam fechando as portas na Argentina, para vir ao Brasil. Logo em seguida foi apagado, quando as indústrias o desmentiram. Isso gerou desconfiança que se reflete valor do dólar.

Nos EUA o rastro de fake news, que Steve Bannon deixou, faz com que a grande mídia trabalhe duro para corroer a confiança da Casa Branca. A NBC News parece pensar que devemos suspeitar do que aconteceu em Walter Reed, porque se desviou do que Trump havia feito no passado.

Trump chegou ao hospital às 14h45, no sábado, e passou duas horas lá. Ele foi visto saindo com um envelope marrom dobrado no braço. O exame físico anual presidencial completo, geralmente, leva várias horas e, é improvável que seja descrito como um exame e laboratório rápidos, como a secretária de imprensa da Casa Branca Stephanie Grisham afirmou. Jonathan Wackrow da CNN apontou que a unidade médica da Casa Branca poderia acomodar o exame físico anual. A Unidade Médica da Casa Branca possui instalações abrangentes no complexo da Casa Branca.

A única coisa você pode ter certeza absoluta é que isso não era rotina twittou Joe Lockhart. Isso significa que, simplesmente, não saberemos qual era o problema médico. E a NBC News especulou no ar que o presidente Trump pode ter um problema cardíaco. Em seu último check-up, os médicos notaram um maior escore de cálcio nas coronárias. A pontuação de cálcio que ele teve em 2018 mostrou que ele já tinha acúmulo de placas no coração. Isso é preocupante.

Por outro lado, quando Hillary Clinton estava literalmente entrando em colapso, em público, durante a campanha de 2016, a grande mídia insistia que ela estava perfeitamente bem. Trump faz uma visita não programada ao hospital e, de repente, as teorias da conspiração tomam corpo.

Algumas agências estão até promovendo a teoria de que essa visita ao hospital foi feita para que Trump possa renunciar, por motivos de saúde. De acordo com Cheri Jacobus, por exemplo, a visita ao hospital de Trump seria para criar uma desculpa para que ele possa renunciar rapidamente, por alegadas razões de saúde.

Provavelmente, o presidente Trump não vai renunciar. Toda vez que a grande mídia divulga essas mensagens, ela perde mais credibilidade. Antigamente, a grande mídia simplesmente relatava informações recebidas da Casa Branca, e o que a Casa Branca está dizendo é que o presidente Trump está perfeitamente saudável. Neste ponto, é aparente que a imprensa está em guerra com Trump e farão o possível para ajudar a eleger um democrata em 2020.

RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *