Em Altamira, PRF flagra caminhão frigorífico transportando madeira ilegalmente

No último final de semana, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu mais de 70m³ de madeira que estavam sendo transportadas de forma ilegal, no município de Altamira, sudeste paraense. Os dois caminhões foram interceptados pelos agentes no último final de semana, no km 630 da BR-230.

O primeiro flagrante foi a um veículo frigorífico que transportava madeira serrada da espécie jatobá em vigas, pranchão e tábuas. Ao analisar a Nota Fiscal (NF) e a Documento de Origem Florestal (DOF), ficou constatado que não foi declarado o perfil viga, além disso, a medição da carga indicava um volume total de 25,88m³, sendo que só foi declarado 20,03m³.

De acordo com os agentes, o condutor informou que a madeira era oriunda Placas, cidade paraense e não da cidade de Nova Monte Verde, no Mato Grosso, como declarado nas documentações.

Diante do flagrante de crime ambiental evidenciado acima, o condutor do caminhão foi detido e liberado após a assinatura de Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). O veículo e a carga foram apreendidos e disponibilizados ao órgão ambiental competente.

O segundo flagrante ocorreu na mesma rodovia, após abordagem a um caminhão que transportava madeira serrada. O motorista do veículo não tinha a NF e nem o DOF, o que caracterizando a prática de transporte ilegal de produto de origem florestal, conforme disposto no Art. 46, Lei de crimes ambientais.

Ao todo, cerca de 47,98m³ de madeira serrada foram apreendidas pela PRF. A madeira e o caminhão foram vão ficar à disposição das autoridades competentes. O condutor assinou um TCO e foi liberado em seguida.

Fonte: Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *