Artigo – A forma mais simples de melhorar o funcionamento do cérebro

Por Oswaldo Bezerra

Para que o cérebro funcione bem, ele precisa ser bem suprido de sangue. Memória, atenção e poder de reação dependem disso. Como podemos melhorar rapidamente a circulação sanguínea no cérebro sem recorrer à drogas? O reflexologista russo, Dr. Igor Orlov, chefe do Centro de Acupuntura Médica de Moscou informou como conseguir isto em uma entrevista a rádio Sputnik.

Problemas com a circulação cerebral pode ser resultado de exercícios excessivos, fadiga ou estresse. As consequências podem ser dores de cabeça, perda de memória, diminuição da velocidade de reação, incapacidade de concentração e até confusão.

A massagem é um bom método para prevenir tais fenômenos. O reflexologista afirmou: O ouvido tem uma conexão direta com o cérebro, ou seja, massagear os átrios melhora a circulação sanguínea cerebral. Massagear o lobo tem um efeito especialmente eficaz.

Por exemplo, um ponto no centro do lobo é responsável pela visão, quando você massageia ou pressionar com força a tendência é melhorar sua visão. Massagear todo o couro cabeludo também melhora a circulação cerebral. A mesma ação no pescoço, na região cervical, também melhora a circulação cerebral.

Além disso, a massagem de mãos e pés ativa a circulação cerebral. Por exemplo, para prevenir derrames ou quando a pessoa está com a consciência confusa, uma picada de agulha é usada nesses locais, até que apareça uma gota de sangue.

A massagem de mãos e dedos melhora a circulação sanguínea, alivia o estresse, a tensão nervosa, normaliza a pressão arterial e ajuda a prevenir doenças vasculares do cérebro.

O mesmo se aplica aos pés. Os pontos localizados nas pontas dos dedos das mãos e dos pés têm um efeito elevado no sistema nervoso central. Com massagens vigorosas nestas áreas com apertos, beliscões, ou mergulho em água quente, leva à normalização da circulação cerebral.

O impacto nos pontos deve ser confortável e suave o suficiente, não deve exceder o limiar de dor. Se ocorrerem sensações desagradáveis, a intensidade deve ser reduzida imediatamente. A memória, a curiosidade, a motivação e a vontade de aprender fomentam conexões entre nossos neurônios, fortalecendo a função cerebral. Junto com as massagens, os exercícios cerebrais podem nos levar uma vida mais saudável e longa.

RG 15 / O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *