Quadrilha acusada de roubar cerca de R$ 1 milhão no Pará é condenada a mais de 13 anos de prisão

Rafael Moraes de Vasconcelos, Gilvan Soares da Silva, Valdiran Nunes da Silva e Edilzo Vicente da Silva foram condenados na terça-feira, dia 29, a mais de treze anos de prisão em regime inicial fechado. Eles são acusados de um assalto a um carro-forte no município de Tailândia, no nordeste do Estado, no dia 28 de agosto de 2014. Durante a ação, os quatro conseguiram roubar cerca de R$ 1 milhão.

 A decisão foi do juiz Eduardo Rodrigues de Mendonça Freire, da Vara de Combate ao Crime Organizado do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA).  Além da condenação, o juiz também determinou que determinou que os réus paguem dias-multa, com cada dia-multa na base de 1/3 do salário mínimo vigente no país, como forma de recuperar o valor.

O crime

De acordo com as investigações da Polícia, o crime foi realizado na rodovia PA-150. Os criminosos abordaram o carro-forte, após pararem ao lado de uma carreta e fecharem completamente a via. Armados, eles atiraram contra o carro-forte com armas de grosso calibre, obrigando os seguranças a abandonarem o veículo e se esconderem no meio da mata.

Os quatro assaltantes então colocaram explosivos no cofre do carro-forte e então levaram o dinheiro. Mesmo seis anos após o crime, apenas pouco mais de R$ 200 mil foram recuperados.

RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *