Segunda fase da “Tudo nosso e nada deles” cumpre mandados em Tucuruí e Marabá

A Polícia Federal deflagrou, hoje, a segunda fase da operação “Tudo Nosso e nada deles”, a qual visa investigar associação criminosa especializada em fraudes a procedimentos licitatórios cometidos em municípios do sudeste do Pará.

Participaram da deflagração cerca de 15 polícias federais.

Foi dado cumprimento a um mandado de prisão preventiva e dois de busca e apreensão nas cidades de Marabá e Tucuruí, além do afastamento de um servidor público municipal. Foram apreendidos R$ 52. 000,00 ( cinquenta e dois mil reais) em espécie, além do bloqueio de R$ 8.000.000,00 ( oito milhões de reais) das pessoas físicas e jurídicas investigadas. Também foi apreendido uma arma de fogo irregular.

Os investigados irão responder pelos crimes de peculato, artigo 312 do código penal, com pena de até 12 anos de reclusão; fraude à licitação, artigo 90 de lei 8.666/93, com pena de até 04 anos de detenção; associação criminosa, artigo 288 do código penal, com pena de até 03 de reclusão e posse irregular de arma de fogo, artigo 12 da lei 10.826/2003, com detenção de até 03 anos.

RG 15 / O Impacto com informações da PF/PA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *