Vídeo mostra possível incêndio criminoso visando ocupação irregular de área na Fernando Guilhon; polícia investiga o caso

A Promotora de Justiça de Santarém, Ione Nakamura, requisitou à Polícia Civil de Santarém que instaure inquérito policial para apurar possível incêndio criminoso ocorrido na tarde de segunda-feira (19), em um terreno pertencente à empresa Linave, localizado na avenida Fernando Guilhon, entre a ocupação Bela Vista do Juá e um Shopping.

De acordo com a denúncia que chegou ao fiscal da lei, além do cometimento de crime ambiental, o incêndio teria como objetivo a ocupação irregular da área particular, em mais uma ação da indústria de ocupação de terra no município de Santarém.

Segundo apurou O Impacto, a promotora solicitou com urgência, que a investigação identifique os responsáveis pelo incêndio, para que as medidas judiciais sejam aplicadas, em especial a legislação de crime ambiental e demais tipificadas no CPB.

Vídeo mostra incêndio:

A pedido do Ministério Público, o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar e Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Santarém promoveram fiscalização no local, para fins de apurar o cometimento de infrações ambientais, bem como identificar os responsáveis. As informações subsidiarão o inquérito policial.

TENTATIVA DE INVASÃO

O terreno incendiado na segunda tem sido alvo de diversas tentativas de invasão ao longo dos últimos anos, fato que somente ainda não ocorreu, devido a empresa proprietária ter contratado vigias para resguardar seu patrimônio. Em 2019, a Polícia Militar foi acionada para conter os invasores, que de posse de facões, ameaçam aqueles que tentavam lhes deter.

Na ocasião, uma mulher chegou a ser apresentada na 16ª Seccional de Polícia Civil, por desacato.

RG 15 / O Impacto

Um comentário em “Vídeo mostra possível incêndio criminoso visando ocupação irregular de área na Fernando Guilhon; polícia investiga o caso

  • 23 de outubro de 2020 em 07:17
    Permalink

    Cada vez mais filhos, depois mais barracos…mas a responsa é dos outros !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *