Em Santarém, PF conduz à delegacia mulher que divulgou vídeo mostrando o voto

Na manhã de domingo, 29, um vídeo de uma pessoa realizando o voto na urna eleitoral é divulgado em grupos de WhatsApp e chega até a Polícia Federal de Santarém, que investiga e localiza a pessoa responsável pelo vídeo.

Segundo a PF, a mulher que trabalhava em uma das seções eleitorais do município foi encaminhada para a delegacia de Polícia Federal, onde foi lavrado o Termo Circunstanciado de Ocorrência, TCO, pelo cometimento do crime eleitoral descrito no art. 312 da lei nº 4.737/65, Violação do Sigilo do Voto, que prevê pena de detenção de até dois anos.

O aparelho celular da conduzida foi apreendido e será periciado pela Polícia Federal.

RG 15 / O Impacto com informações da PF

3 comentários em “Em Santarém, PF conduz à delegacia mulher que divulgou vídeo mostrando o voto

  • 30 de novembro de 2020 em 19:14
    Permalink

    Não se pode revelar em quem votou, por vergonha do candidato ! kkkkkkkk…

    Resposta
  • 30 de novembro de 2020 em 13:16
    Permalink

    Que coisa mais idiota a pessoa não ter liberdade de dizer em quem votou.
    Pode ir com camiseta, boné, botom do candidato, mas não pode dizer que votou nele.
    Aí ocupa a equipe de segurança com essa baboseira.
    Sempre tem outros crimes eleitorais bem graves a serem apurados, como compra de votos.

    Resposta
  • 30 de novembro de 2020 em 12:47
    Permalink

    E essa mulher não tem nome e sobrenome?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *