Homem é condenado a 92 anos de prisão por matar ex-companheira e duas crianças

Em sessão do tribunal do júri realizado na última sexta (15), no fórum da Comarca de Monte Alegre, o réu Benonias Esquerdo da Costa foi condenado a 92 anos de prisão pelos homicídios da ex-companheira e duas crianças enteadas. O Ministério Público do Pará (MPPA), por meio do promotor de Justiça Luciano Augusto Araújo da Costa, ofereceu a denúncia em 2017 contra o então acusado.

No âmbito das investigações foi apurado que na noite do dia 10 de maio de 2017 na comunidade de Camará, zona rural de Monte Alegre, Benonias da Costa conscientemente “por motivo fútil e executando sua conduta de modo cruel’’ matou sua ex-companheira e seus dois filhos (enteados de Benonias) de sete e onze anos. Os crimes sucederam após uma discussão com a vítima adulta sobre o fim do relacionamento.

’Evidente era a intenção do denunciado de ceifar a vida das vítimas, conduta esta praticada no âmbito das relações domésticas e familiares caracterizando a violência de gênero contra a vítima mulher (companheira), agindo de maneira que dificultou ou impossibilitou a defesa das vítimas, de modo cruel, sendo possível perceber que o ilícito foi perpetrado por motivo que se revela insignificante e desproporcional, portanto, fútil, praticando ainda sua conduta contra pessoa menor de quatorze anos de idade (…)’’, pontua o promotor de justiça Luciano Augusto Araújo da Costa.

RG 15 / O Impacto com informações do MPPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *