Polícia Federal faz fiscalização ostensiva para repressão de conflitos agrários em Marabá

Na sexta-feira, 30, a Polícia Federal realizou rondas ostensivas para fiscalização de áreas em que há relatos de conflitos agrários envolvendo ribeirinhos e fazendeiros na região de Marabá.

A ação teve como objetivo dar cumprimento à requisição do Ministério Público Federal (MPF) a fim de realizar vistoria na região alvo de investigação, pertencente à área da União, especificamente na Região do Lago dos Macacos e na Comunidade Diamante, localizada nas proximidades da cidade de Marabá.

Devido à época de chuvas e cheia dos rios, foi necessário que a equipe policial efetuasse deslocamento terrestre com viaturas, pela BR-230, e fluvial com barco para chegar até a comunidade. No local foram feitas intimações dos residentes para comparecerem na Delegacia e prestarem esclarecimentos, além de verificação in loco da área.

A atividade contou com a participação de 8 policiais federais.

As investigações seguem em andamento. Caso confirmada a hipótese criminal, os envolvidos podem responder pelo crime de invasão e ocupação de terras da União (Art. 20 da Lei 4947/66 – Lei do Direito Agrário). (Com informações da Polícia Federal em Marabá)

RG 15 / O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *