Cinegrafista indiciado por feminicídio e ocultação de cadáver no município de Itaituba é preso em Roraima

Na quinta-feira (17), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Atendimento a Mulher (DEAM/ITAITUBA) em conjunto com a Divisão de Inteligência e Capturas de Boa Vista (DICAP), deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva em desfavor de Arlisson Souza Ferreira, investigado pelos crimes de feminicidio e ocultação de cadáver, na cidade de Boa Vista, Estado de Roraima. O crime cometido contra a companheira ocorreu no município de Itaituba, em maio de 2019.

Durante o trabalho investigativo, um Inquérito Policial foi instaurado, onde aproximadamente 15 pessoas foram ouvidas, vários exames periciais realizados, além de diversas medidas cautelares executadas, as quais auxiliaram na elucidação dos fatos.

Segundo a titular da DEAM/Itaituba, Delegada Géssica Araruna, as investigações iniciaram desde o desaparecimento da vítima e todos os elementos coletados tiveram extrema importância no indiciamento do autor.

“Trabalhamos incessantemente para esclarecer os fatos e após a finalização do inquérito policial no ano de 2020 representamos pela prisão preventiva dele. Após minucioso trabalho para identificar a localização do investigado, recebemos informações de que ele estava prestando serviços a uma emissora de TV em Boa Vista e imediatamente foi efetuada a prisão, concluindo com êxito mais uma fase do nosso trabalho”, enfatizou a Delegada Géssica.

A ação policial contou com o apoio da Divisão de Inteligência e Capturas de Boa Vista (DICAP). O preso será recambiado para cumprir pena no Estado do Pará após realização de todos os procedimentos cabíveis.

RG15/O Impacto com informações da Polícia Civil

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *