Obras do Terminal Hidroviário de Santarém entram na reta final

As obras do Terminal Hidroviário de Passageiros e Cargas de Santarém realizadas pelo Governo do Pará, por meio da Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH), entraram na reta final com a finalização dos acabamentos e recebimento de equipamentos de mobília. Considerado o porto mais moderno do Brasil, o porto será entregue em breve e vai atender mais de 310 mil habitantes da região do Baixo Amazonas.

A CPH já recebeu toda a mobília que será utilizada nas dependências do porto como cadeiras, estantes, armários, carrinhos para bagagens e cadeiras de rodas. Os operários também finalizam os últimos acabamentos nas áreas interna e externa do porto. Assim que for entregue pelo Estado, o terminal será administrado pela Prefeitura de Santarém, por meio da Coordenadoria de Portos, que fará a gestão do espaço.

“O Terminal Hidroviário de Santarém já é considerado o mais moderno do Brasil e terá uma importância estratégica muito grande, pois além de integrar o Baixo Amazonas e Calha Norte, vai ajudar a potencializar o turismo na região, que tem vocação para receber grandes cruzeiros, trazendo a geração de emprego e renda local para região oeste do Estado. É uma obra muito esperada pelos moradores do município”, frisa o presidente da CPH, Abraão Benassuly.

Estrutura

Quando for finalizado, o espaço terá 3.600 metros quadrados de área construída, 16 guichês para venda de bilhetes, guarda-volumes, sistema de climatização, banheiros masculino, feminino e para pessoas com deficiência, farmácia, três lanchonetes, restaurante, carrinhos para bagagens e cadeiras de rodas. A sala de espera vai contar com 1.205 cadeiras e rede wi-fi gratuita.

Foto: Ascom / CPH

Haverá, ainda, espaços para instalação de lojas e quiosques, e salas para órgãos de segurança e justiça, como Polícia Militar, Conselho Tutelar e Agência de Regulação e Controle dos Serviços Públicos do Pará (Arcon). Já o terminal de cargas terá um galpão com mais de seis mil metros quadrados para abrigar os utensílios dos passageiros.

Para auxiliar no embarque e desembarque de passageiros, o espaço terá rampa metálica biarticulada, passarela coberta em concreto e flutuante com oito fingers, para atraque das embarcações. Na área externa, vai dispor de estacionamento com 5.800 metros quadrados e vagas para carros, motocicletas e bicicletas, além de pontos para táxis e ônibus.

A construção do terminal também representa a criação de postos de trabalhos, com a geração de 700 empregos diretos e 150 indiretos na região. O eletricista Luiz Eduardo Pedroso de Azevedo é um dos atuais operários da obra. “Quando ficar pronta, eu vou passar aqui com a minha família e vou dizer que ajudei a construir, vou falar desse momento tão importante com muito orgulho de hoje”, disse ele, que moram em Santarém com a família.

O Terminal Hidroviário de Passageiros e Cargas de Santarém já possui autorização da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) para operar na região do Baixo Amazonas desde 2019. O órgão federal é responsável por emitir as autorizações, desde que os espaços estejam dentro dos padrões estabelecidos pela agência reguladora. Até o momento, o Estado já entregou os terminais de Terra Santa, Faro, Curuá, Prainha, Almeirim, Santana do Tapará e Óbidos, no Baixo Amazonas, para integrar a região por meio do modal hidroviário.

RG 15 / O Impacto com Agência Pará

Um comentário em “Obras do Terminal Hidroviário de Santarém entram na reta final

  • 24 de novembro de 2021 em 09:26
    Permalink

    Agora sim todo comentário é digno de externato afinal está em conclusão essa obra tão esperada. Obrigado aos mentores dela. Parabéns, principalmente se for como se reporta a notícia qud ser o porto mdix moderno do Brasil. Beleza, mas um alerta cuidem desse patrimônio para wue meus flamingos se aproveitem do espaço e tudo de bom que nela existe. Deus nos abencoe sempre pra termo consciência eu todo patrimônio público e da comunidade e está tem obrigação de cuidar e nso destruir ou dividir consigo. Deus proteja todo patrimônio e livre-os dos baderneiros que pensarem em mostrar que podem fazer o que querem.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *