Caseiro é morto a golpes de faca e tem corpo carbonizado na região sul do Pará

Um caseiro conhecido como “Jota” foi assassinado e teve o corpo carbonizado. A barbárie ocorreu na terça-feira, 23, numa chácara próxima ao distrito de Barreira dos Campos, município de Santana do Araguaia, região sul do Estado. Segundo a Polícia Militar, o interior da casa estava revirado como cena de uma briga. O acusado tentou fugir, porém acabou preso por uma guarnição da Polícia Militar numa chácara próxima do local do crime.

O corpo da vítima foi encontrado em um dos cômodos da casa totalmente carbonizado, misturado com algumas cadeiras, uma bicicleta, várias panelas e outros objetos, que ainda estavam sendo consumidos pelo fogo. Segundo a Polícia Militar, “Jota” foi assassinado com golpes de faca e depois teve o corpo queimado. O acusado do homicídio, identificado como João da Cunha de Araújo, 45 anos, foi preso tentando se esconder numa área de pastagem.

Um vizinho da vítima chegou ao local após o crime e diante da cena assustadora acionou uma guarnição da Polícia Militar. Conforme os policiais militares, aparentemente houve uma luta corporal entre a vítima e o acusado, pois no interior da casa na qual “Jota” residia, foram encontrados vários objetos derrubados ou espalhados pela casa.

Após ser apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Santana do Araguaia, João confessou a autoria do crime e disse que agiu em “legitima defesa”, alegando que o caseiro o havia ameaçado usando uma faca, segundo informou a PC. O acusado foi autuado em flagrante delito mediante a acusação do crime de homicídio e deverá permanecer preso enquanto aguarda a sentença a ser proferida em julgamento. (Com informações Correio de Carajás).

RG15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *