Homem invade casa, agride e tenta estuprar mulher e dá soco na filha dela

Uma sequência de crimes chocou – e revoltou – os moradores de Lassance, pequeno município do Norte mineiro com cerca de 6 mil habitantes. Um homem invadiu uma residência, agrediu e tentou estuprar a dona da casa, de 26 anos, e ainda deu um soco no rosto da filha dela, uma garotinha de apenas 2 anos. Ele chegou a fugir, mas foi detido um dia depois dos crimes.

O caso ocorreu no início da noite de domingo (13/3). A mulher de 26 anos estava assistindo à televisão enquanto a filha, de 2 anos, dormia no quarto. Surpreendentemente, apareceu no cômodo um homem que acabara de invadir a residência.

O rapaz, então, disse que queria fazer sexo com ela e que “nada mais”, além da violência sexual, iria ocorrer. Apavorada, a mulher começou a gritar para chamar a atenção de algum vizinho, mas sem sucesso.

Na sequência, o homem estrangulou a vítima, além de furar as costas e os braços dela, aparentemente com uma caneta. A filha da mulher acordou com o barulho e, ao ver a cena de violência, começou a chorar.

O criminoso foi até a menina e deu soco no rosto dela, que ficou inchado. Após muito se debater e dar mordidas no homem, a mulher conseguiu se desvencilhar e saiu da casa. O autor aproveitou para roubar o celular dela e fugiu ao pular o muro dos fundos.

Socorro e prisão

Ao pedir ajuda na rua, a mulher foi socorrida – assim como a filha dela – por uma ambulância que passava pela região. A mãe chegou à policlínica municipal com ferimentos diversos e sangramento. Já a criança estava em estado de choque, com o hematoma no rosto.

Os policiais, então, começaram a fazer buscas pelo autor. Mesmo com o avançar da madrugada e o virar do dia, os militares continuaram o trabalho. No dia seguinte, na segunda-feira (14/3), os agentes encontraram o homem em Corinto, cidade a 60 km de distância.

Ele admitiu que cometeu os crimes de tentativa de estupro e agressão, que se escondeu em um mato e na sequência fugiu para Corinto. A mulher também reconheceu o homem.

Segundo a PM, em novembro, ocorreu um crime, também em Lassance, com o modus operandi muito semelhante ao ocorrido no domingo. O autor detido tem características semelhantes às descritas do suspeito do ano passado.

Fonte: Correio Braziliense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.