Professora morre ao ser espancada pela própria filha durante surto psicótico no Amazonas

 Na tarde de quinta-feira (24), uma filha acabou matando a própria mãe durante um surto psicótico. O caso aconteceu em Maués (distante a 257 quilômetros de Manaus).

De acordo com a Polícia Militar, a jovem, de identidade não revelada, teria agredido a professora Nelimara Vilasboa de Almeida, de 34 anos. A mãe ainda foi socorrida para o Hospital Geral Raimunda Francisca Dinelly com hematomas e ferimentos por todo o corpo, mas não resistiu e morreu.

Ainda segundo relatos da PM, a filha sofre de depressão e teria cometido o crime durante um surto psicótico. Ao receber as pancadas, Nelimara se desequilibrou e bateu fortemente a cabeça no chão. Ainda não há um laudo oficial que aponta a causa da morte.

Histórico de agressões

Um dia antes de ser assassinada pela filha, na quarta-feira (23), Nelimara foi atendida no hospital já com alguns hematomas no corpo. Já na manhã da quinta-feira (24), poucas horas antes da morte de Nelimara, a equipe da Polícia Militar apareceu na casa da vítima. Durante a ocorrência, os policiais também constataram feridas pelo corpo da mulher.

Conforme as explicações de Nelimara aos policias a respeito dos hematomas, a causa veio de uma das agressões da filha, que jogou uma porta em direção da mãe.

Nelimara justificou a ação agressiva da filha por sofrer distúrbios mentais. A causo da morte está sendo investigada pelas equipes do 48º Distrito Integrado de Polícia de Maués.

Fonte: Portalcm7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.