Polícia Federal investiga falsificação de laudos para posse de armas em Belém

A Polícia Federal do Pará deflagrou a Operação Psiquê cumprindo três mandados de busca e apreensão, na manhã desta quinta-feira (26), em Belém.

Os investigados estariam falsificando laudos psicológicos que são utilizados nos requerimentos de aquisição e de porte de arma de fogo, da Polícia Federal.

falsos e pelo crime de associação criminosa, caso sejam condenados, estarão sujeitos a penalidades que variam de dois a seis anos de reclusão e multa.

A PF investiga a prática dos crimes de associação criminosa e de falsidade ideológica. Os investigados são responsáveis por emitir os laudos falsificados sem que haja a realização de consultas ou de testes que são exigidos por lei para a aquisição de armamentos. Eles também simulavam o atendimento dos requisitos que estão previstos no Estatuto do Desarmamento para obter a autorização da Polícia Federal para o uso de armas de fogo.

Fonte: G1/Pa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.