Bocão Ed. 1409

UNIMED  

A senhora Cristina Brilhante, procurou a coluna para reclamar do atendimento do médico que estava de plantão no dia 31 de maio de 2022 pela parte da tarde. Cristina estava passando mal e procurou a UNIMED e foi atendida por um médico que fez pouco-caso ou por desconhecimento, ou por falta de experiência. Se dentro da UNIMED é assim, como será o atendimento dos médicos credenciados fora da UNIMED? Tem que reclamar mesmo para que as autoridades façam uma investigação. Pelo jeito, saúde hoje, é apenas auferir vantagem financeira.

UNIMED 2

Cristina explicou a situação e o médico na cara de pau disse que ela deveria fazer uma consulta médica para passar os exames, mandou tomar um soro e mandou Cristina ir embora. Está certo isso diretor da UNIMED? Esse médico não poderia solicitar os exames? Pra que pagar o plano da UNIMED, se lá o médico manda procurar outro médico? Que vergonha! Será que era para ganhar o valor da consulta? É bom a direção da UNIMED investigar e exigir melhor atenção para os seus usuários.

UNIMED 3

Fiquei sabendo que alguns médicos quando tomam conhecimento que a consulta é pelo plano da UNIMED, eles marcam a consulta entre 30 a 90 dias; tem médico que diz que não tem mais vaga esse ano. Agora se a pessoa informar que é particular, logo é atendido. Pode isso, senhores da lei?

UNIMED 4

O Ministério Público deveria abrir um canal de reclamação contra esse tipo de procedimento. O doente não pode esperar. E se ele morrer nesse período de espera? Caso isso aconteça, os famíliares devem denunciar, já que os médicos fazem um juramento pela saúde e salvar vidas.


PENETRA     

O senhor Afonso Celson, apaixonado por política, procurou a coluna para um desabafo. Tem candidatos que nunca fizeram nada por Santarém e agora querem ser candidatos. Estou criando um movimento para os Santarenos não votarem nesses cidadãos e sugerir votar nos candidatos nascidos em Santarém. Os aventureiros de outros estados e de outras cidades, querem apenas tirar proveito dos nossos votos para ganhar dinheiro na política e abandonar nossa cidade. O movimento vai fazer campanha contra esses penetras.


SERVIDOR MOLEZA     

Chegou à coluna que uma autoridade, servidor público, mudou seu endereço profissional para a bela praia de Alter do Chão. Segundo o denunciante, essa autoridade não gosta de trabalhar e está gastando o dinheiro dos contribuintes na moleza. Alega sempre que seu trabalho é remoto. Será que produz?

SERVIDOR MOLEZA  2

Nosso detetive Dr. Piroga, vai investigar e tirar foto dessa autoridade passeando na praia e nas casas dos amigos. Ele deveria está trabalhando em Brasília, mas prefere a moleza, tirando uma de trabalho à distância. Vai trabalhar aproveitador do dinheiro público. Caso seja verdade e nosso detetive comprove, vamos denunciar para as autoridades de Brasília que se acham acima da lei. Porém, é Maria vai com as outras.


IGREJA X POLÍTICA     

Foi enviado à coluna um desabafo de um evangélico que pediu para não publicar seu nome e passamos a expor. Alguns pastores e padres continuam se metendo na política para auferir vantagem.

IGREJA X POLÍTICA 2

Em Santarém, já tivemos exemplo que não se pode misturar a palavra de Deus com a palavra do político. Alguns pastores, deveriam se mancar  assim também como alguns padres. Jesus não se meteu na política para conquistar fiéis, aliás, os políticos condenaram Jesus à cruz.

IGREJA X POLÍTICA 3

O que se percebe agora, são pastores e padres querendo apoiar certos candidatos à presidente da República e governador para tirar vantagem financeira, usando os membros da igreja. Abram os olhos pessoal e não se deixem levar por esses pastores e padres interesseiros, que só pensam neles para auferir vantagem.

IGREJA X POLÍTICA 4

Não devemos confundir esse comportamento como algo ligado ao cristianismo.  Essa conduta tem como objetivo enriquecer alguns líderes das igrejas e não ajudar a população carente.

IGREJA X POLÍTICA 5

Os membros das igrejas devem se revoltar contra esse tipo de comportamento, questionando esses falsos líderes cobertos com a capa do demônio. Os membros devem respeitar os líderes comprometidos com o evangelho de Cristo e protestar contra essas aberrações desses aproveitadores da palavra de Jesus.


JUSTIÇA  X PASTOR       

A Justiça do Trabalho negou o pretendido vínculo de emprego de um pastor com uma igreja evangélica. Para o juíz titular da vara de Trabalho de Congonhas/MG, Felipe Clímaco Heineck, a relação mantida entre os envolvidos possuía apenas cunho religioso, já que as funções exercidas eram inerentes à fé e prática religiosa, sem inserção econômica. Fonte Migalhas.

 


GRUPO POLÍTICO EM EXPANSÃO  

É grande a adesão ao grupo político do prefeito Nélio Aguiar e da pré-candidata a deputada estadual, Celsa Brito. O grupo político que se consolidou no cenário municipal, agora, vence as barreiras regionais se expandindo por toda a região do oeste paraense. Lideranças e grupos locais de municípios vizinhos como Prainha, Rurópolis, Altamira, Monte Alegre, Alenquer, Itaituba, Juruti, Mojuí dos Campos e Belterra, já declararam apoio incondicional e a adesão continua se expandindo para Novo Progresso, São Félix do Xingu, Trairão, Uruará e Jacareacanga.

GRUPO POLÍTICO EM EXPANSÃO II

Grande articulador, o prefeito Nélio Aguiar, que teve a maior votação da história de Santarém, já estendeu o convite também para vários municípios da Transamazônica, Santarém-Cuiabá e região do Xingu e nordeste paraense. Pautado na política do trabalho para o bem-estar do povo, Nélio esbanja humildade ao deixar seu número pessoal para que as lideranças possam falar diretamente com ele, sem atravessadores. “É a política da proximidade com o povo, para ouvir a voz do povo e trabalhar para povo”, diz Nélio Aguiar.


JUDICIALIZAÇÃO     

O Ministério Público Federal (MPF) chamou a atenção para o excesso de judicialização envolvendo direitos previdenciários e assistenciais, durante debate na Câmara dos Deputados. Segundo a procuradora regional da República Zélia Pierdoná, o tema merece reflexão aprofundada, pois tem impacto direto na qualidade dos serviços prestados pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) a beneficiários, segurados e dependentes. Atuando na área de previdência social dentro do Ministério Público desde 2003, Zélia Pierdoná associou as dificuldades enfrentadas pela autarquia à “ampliação da indústria da judicialização” no país. Um levantamento feito pelo Tribunal de Contas da União (TCU) comprovou que, somente em 2017, o gasto com benefícios do INSS decorrentes de decisões judiciais foi de R$ 92 bilhões, representando 15% de toda a despesa previdenciária.

Por Baía

5 comentários em “Bocão Ed. 1409

  • 8 de junho de 2022 em 07:39
    Permalink

    Kkk tu és um brincante. Sou de Prainha e aqui nem se fala de Celsa. Ninguém conhece. Para de mentir mano…tá feio

    Resposta
  • 7 de junho de 2022 em 08:09
    Permalink

    cade bocão corta a luz de uma pessoa que é cliente e a sogra de um funcionário de nome DARLISSON não cortam e deve muito quando a celpa vai cortar no mesmo dia e liga porque que celpa não demite este rapaz.

    Resposta
    • 9 de junho de 2022 em 15:54
      Permalink

      HOJE EU PASSEI FAZENDO UMA VISITA E OBSERVE QUE A CELPA ENTRAR NO BAIRRO MAIS NÃO FAZ NADA BOCÃO VAMOS BOTAR PARA REBENTAR.

      Resposta
  • 5 de junho de 2022 em 10:20
    Permalink

    FALTA ADMINISTRAÇAO E TEM MEDICO QUE NÃO RESPEITA O PACIENTE. NÃO ESTÁ ADIANTANDO PAGAR A UNIMED,

    Resposta
  • 3 de junho de 2022 em 13:29
    Permalink

    EU TENHO UMA FILHA TEM PLANO UNIMED DIGA O MARIDO, QUANDO É PARA MARCAR UMA CONSULTA É MAIOR ONDA E DEMORAR A SECRETÁRIA DO MÉDICO PERGUNTA É UNIMED FAZ DE CONTA QUE NEM ESTÁ AI POR FAVOR BOCÃO O QUE FAZ NESTE CASO EU ACHO QUE VOU LEVAR PARA O MINISTÉRIO PUBLICO ESTADUAL E FEDERAL

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.