Segup promove capacitação para rede de atendimento à mulheres vítimas de violência, em Santarém

O encontro promovido pela Segup, por meio da Diretoria de Prevenção Social da Criminalidade e da violência (Diprev) e Centro Integrado de Operações (Niop), objetivou capacitar a rede de atendimento a mulheres garantindo atendimento especializado e humanizado, inclusive  potencializando os procedimentos integrados das forças e rede de atendimento com a implantação do programa “Pró-Mulher Pará”, que prevê a proteção, repressão e orientação para mulheres vítimas de violência no município.

Para o titular da Diprev, Cel. BM Helton Morais, a capacitação é essencial para o enfrentamento à todo e qualquer crime contra a mulher. “Nosso objetivo é promover a qualificação de todos que atuam diretamente no combate à esse tipo de crime, promovendo a humanização e tecnicismo, para que tenhamos um atendimento profissional adequado. Nosso objetivo, também é fazer com que haja integração entre a rede de atendimento como Cras, Creas, Conselho de Mulheres, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Secretárias Municipais, para que todos entendam que tem um propósito em comum, para a rede e em especial a vítima de violência que é a que mais sofre com tudo isso.

Aproximadamente 100 pessoas participaram da qualificação, entres agentes de Segurança das Polícias Militar e Civil, Secretaria de Saúde Pública, Secretaria Municipal de Saúde, Fundação ParáPaz, Centro Pop e Centro Maria do Pará.

Segundo Poliana Braga, coordenadora do Centro Maria do Pará, que atua no acolhimento e acompanhamento de mulheres vítimas de violência, a integração faz toda a diferença para que o trabalho tenha êxito. “Nós fazemos o trabalho de acolhimento e acompanhamento a essas mulheres, entretanto a união com os órgãos do estado e segurança só fazem fortalecer nossas ações, e nós tambem podemos cooperar com eles conduzindo essas mulheres a fazer a denúncia e receber o atendimento de uma forma humaniza, trazendo ainda mais encorajamento a elas e fazendo com que as mesmas se sintam protegidas e não tenham seus direitos violados. O Estado está de parabéns pelo projeto e por nos capacitar para continuar trabalhando no enfrentamento à esse tipo de crime”.

Pró-Mulher Pará

O Programa “Pró-Mulher Pará” será lançado nesta terça-feira (21) em Santarém, tendo como objetivo realizar ações de proteção, repressão qualificada e orientação para mulheres em situação de violência doméstica na região. O programa faz parte das ações desenvolvidas pelo estado visando o combate à violência contra a mulher.

O programa funciona através de denúncias feitas para o canal de urgência e emergência da segurança pública, o 190 do Núcleo Integrado de Operações da Segup (Niop). Durante o atendimento, para situações em que envolvam violência contra à mulher, o atendente enviará um chamado as equipes especializadas da Policia Militar, que atuarão em uma viatura caracterizada exclusiva para esse atendimento, que será enviada até o local indicado pelo denunciante, com garantia de total sigilo para a vitima e/ou denunciante.

O Impacto com informações SEGUP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.