Polícia Civil de Alenquer prende faccionado envolvido em homicídio

A Polícia Civil prendeu na tarde da última sexta-feira (1), o indivíduo identificado como Marcos Vinícius Pereira Chagas, de 19 anos, suspeito de participar da execução a tiros de Willan Florêncio de Lima, no município de Alenquer.

De acordo com os investigadores, Carioca e Portela, o suspeito e mais um menor de 17 anos, são membros da facção criminosa Comando Vermelho (CV). Dentro da organização, eram  responsáveis por comercializar entorpecentes, fazer cobranças e aplicar disciplinas (punições).

Durante a prisão, foi encontrado com o suspeito, várias petecas de drogas do tipo Oxi, sacolas plásticas, tesoura e linha.

O crime

William Florêcio de Lima foi executado na quinta-feira (30/6) com seis tiros disparados por arma de fogo. Desde então, os investigadores estavam em diligências para capturar os envolvidos no  homicídio. A motivação do crime seria uma dívida relacionada ao tráfico de drogas.

Marcos Pereira Chagas confessou seu envolvimento no homicídio e afirmou que o autor do disparos seria o menor de idade, conhecido como Samurai. Declarou ainda, que era traficante e vendia drogas pela cidade.

Diante dos fatos, os investigadores apresentaram o suspeito à autoridade policial para os procedimentos cabíveis.

Matéria atualizada às 10h16.

Por Diene Moura

O Impacto – colaborou Lorenna Morena

3 comentários em “Polícia Civil de Alenquer prende faccionado envolvido em homicídio

  • 6 de julho de 2022 em 08:06
    Permalink

    Se essa publicação com a imagem dele, nós familia entraremos com processo na justiça. Não foi autorizado o uso da imagem dele

    Resposta
  • 6 de julho de 2022 em 05:30
    Permalink

    vai sair por bem ou por mau, Nós da familia e os responsaveis entraremos com a entrada do processo hoje mesmo se não sumir essa publicação com a imagem dele ok.

    Resposta
  • 6 de julho de 2022 em 05:24
    Permalink

    se essas publicação não sair das redes socias vamos entrar em processo, isso e crime ninguem autorizou o uso de imagem dele.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.