Terraplena seria um dos alvos da investigação que apura fraude bilionária no Pará, aponta site

A empresa Terraplena é apontada pelo site UOL como uma das firmas envolvidas na fraude bilionária, que envolve o desvio de R$ 1,7 bilhão em recursos públicos, incluindo do Sistema Único de Saúde (SUS). O portal publicou nesta terça-feira (30/4) matéria sobre o caso, trazendo um desdobramento da investigação feita pela Polícia Federal. O Grupo Liberal entrou em contato com representantes da Terraplena e aguarda o retorno, ainda na noite desta terça.

Em um vídeo gravado hoje (30), o delegado Roberto Meyer, chefe da Delegacia de Repressão à Corrupção e Crimes Financeiros da Polícia Federal no Pará (Delecor/PF/PA), explica que a operação Plenitude foi deflagrada na manhã desta terça-feira, pela Polícia Federal, Receita Federal e Controladoria Geral da União (CGU), a partir de denúncia de movimentações financeiras atípicas.

Conforme o site UOL, a Terraplena, que atua com diversos serviços no território paraense, incluindo a capital Belém, como obras de saneamento e manutenção de sistemas viários e rodoviários, por exemplo, está envolvida no esquema bilionário de lavagem de dinheiro.

Fonte: O Liberal

17 comentários em “Terraplena seria um dos alvos da investigação que apura fraude bilionária no Pará, aponta site

  • 3 de maio de 2024 em 22:39
    Permalink

    Na vdd a corrupção tá no DNA do povo brasileiro, e não é só na política, em todos os seguimentos da nossa sociedade tem corrupção.
    É o motorista q paga propina pro agente de trânsito pra não ser multado,é aquele cidadão q acha ser honesto, mas faz “gato” d energia, é o comerciante q aplica um aumento abusivo nas mercadorias e assim por diante.
    Talvez depois d umas 5 ou 6 gerações, nosso país veja diminuir os casos d corrupção. Lamentável!!!

    Resposta
  • 3 de maio de 2024 em 10:06
    Permalink

    Aqui em Parauapebas a empresa de limpeza é comandada pelo vereador Zacarias e seu filho. O secretário de urbanismo é cunhado do vereador. Os desvios são de milhões mensalmente. Não é novidade, o GAECO veio aqui e não deu em nada. A corrupção é institucionalizada nessa cidade.

    Resposta
    • 17 de maio de 2024 em 09:01
      Permalink

      Liberar as contas da empresa caralhoooo . Quero receber a indenização de 5 anos sofrido no carro do lixo porraaaaa .

      Resposta
  • 3 de maio de 2024 em 08:40
    Permalink

    Não renovar dúvidas que o sistema está em sua última temporada, logo será banido deste planeta e a humanidade entrará em nova era, esse tipo não terá frequência para permanecer por aqui, mas precisamos ainda de um tempo

    Resposta
  • 3 de maio de 2024 em 04:47
    Permalink

    Gostaria de saber se vai ter algum resultado porque está na cara que tem algo de errado aí.E só ver pela nossas ruas .

    Resposta
    • 3 de maio de 2024 em 08:00
      Permalink

      Eai??esse governador bandido, vai acontecer alguma coisa com ele????

      Resposta
  • 3 de maio de 2024 em 03:55
    Permalink

    É a prática generalizada na política brasileira, corruptos e corrompidos de mãos dadas no saque do dinheiro público. O que fazer? Não haverá consequências para os bandidos, o sistema não permite que seus membros sejam ceifados, e como estão em todas as áreas do poder público, todos serão salvos, e o povo que trabalhe é pague mais impostos para roubarem.

    Resposta
  • 2 de maio de 2024 em 18:58
    Permalink

    Se verificaram todas as obras públicas, certeza q irão ver muitas falcatruas. Tem empresa que ganha a Obra, mas tem q deixar a mesada. Pelo menos eu acho …

    Resposta
  • 2 de maio de 2024 em 18:52
    Permalink

    Entra governo sai governo, seja de qual partido ou ideologia, essa empresa está lá.
    Não sai nunca.

    Resposta
  • 2 de maio de 2024 em 17:53
    Permalink

    Não é novidade pra nós paraense que esta empresa é testa de ferro da corrupção do governo do esta e do prefeito de Belém são todos farinha do mesmo saco.

    Resposta
    • 2 de maio de 2024 em 18:11
      Permalink

      É só a pontinha do iceberg más acredito que vai parar por aí. Ninguém tem coragem de bater de frente com o sistema.

      Resposta
      • 2 de maio de 2024 em 19:34
        Permalink

        E preciso rigor em investigações que envolvam grandes nomes, políticos e outros, pra que não haja interferência nos resultados, que as vezes acabam em nada, o preço de tudo isso é o povo que paga independente do resultado.

        Resposta
      • 3 de maio de 2024 em 03:07
        Permalink

        Apurando, todo o processo desta obra do BRT, desde quando começou, vai se encontrar toda a rede de corrupção que está instalada nestes governos do Estado como na prefeitura, fazendo a população de boba.

        Resposta
  • 2 de maio de 2024 em 16:58
    Permalink

    Enquanto não houver uma fiscalização série nessas obras públicas, o desvio de verbas continuarão, e o povo é quem paga as consequências desastrosas dessas políticas públicas.

    Resposta
  • 2 de maio de 2024 em 14:20
    Permalink

    É possível perceber o óbvio quando vccse depara com as placas de revitalização etc… colocadas/direcionadas nos referisos perímetros, nota-se pelos valores exorbitantes, não precisa ser um engenheiro ou mesmo fazer parte da secretaria de planejamento ou execução desses serviços e analisar, pois os serviços são mínimos e a gente q é cidadão percebe. Daí vc vai na lei da transparência e nota o valor do serviço cobrado e q na realidade n condiz muito com a realidade.

    Resposta
  • 2 de maio de 2024 em 12:11
    Permalink

    Não é nenhuma novidade afinal de contas o governador do estado tem o DNA de corrupção

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *