NOVO PORTAL – UMA INVESTIGAÇÃO ELEITORAL QUE NÃO AJUIZEI

Tive nas mãos todo um conjunto de documentos, fotos, vídeos e até depoimentos que poderiam numa ação Judicial de Investigação eleitoral, tornar inelegível o atual prefeito Alexandre Von, além de outras consequências seríssimas. Tinha comprovação de abuso do poder político e desvio de finalidade praticados durante a campanha, de tal forma que seria difícil não haver o reconhecimento judicial. Porém, diante do que dispúnhamos em termos de pesquisas internas, sabíamos que a eleição estava ganha e não me dei ao trabalho de ajuizar a ação, até para evitar interpretações distorcidas.  Todavia, que tais fatos eram evidentes na campanha, não há a menor dúvida.

UM EX-PRESIDENTE DESMORALIZADO

O ex-presidente Lula, talvez seja o único presidente da nossa Federação a responder a vários processo e também é indiciado em inquéritos que apuram corrupção passiva e outras condutas. Lamenta-se a situação de Lula, que já foi considerado uma das maiores esperanças do País e do povo brasileiro, quando por trás de toda demonstração de luta pelos pobres se escondia alguém que formou uma equipe de amigos e apadrinhados com o único fim de depenar os cofres públicos para beneficiar a ele próprio, seus protegidos e grandes empreiteiros, desde que houvesse a contrapartida pela sua atuação, seja como presidente, seja no governo da sua parceira Dilma, que foi defenestrada do poder.

GANHANDO PONTO: Os povos do mundo inteiro, principalmente do mundo ocidental, com a quase certa derrota do destrambelhado Donald Trump, candidato a presidente dos Estados Unidos. É que os fatos recentes atribuídos ao candidato, aliados à sua falta de jogo de cintura na campanha, têm feito com que o mesmo perca apoio político e força. A derrota de Trump é esperada por muitos visto que, sua vitória levará o país a uma catástrofe econômica e política, especialmente na relação com outras nações dos continentes: americano, asiático, europeu e outros. Por isso, ninguém quer vê-lo como mandatário maior dos Estados Unidos.

PERDENDO PONTO: Os parlamentares de esquerda formados pelos partidos que apoiaram sempre a ex-presidente Dilma, e foram contra o impeachment, os quais há pouco tempo, defendiam a fixação de limites dos gastos públicos proposto pelos petistas, mas que  agora são radicalmente contra a PEC do Presidente Temer, sob a alegativa de que o Governo quer martirizar a saúde pública e a educação. Na verdade, estes parlamentares, com raras exceções, querem mesmo é tumultuar o processo legislativo para atingir o atual governo. Ainda bem que a PEC já foi aprovada na primeira votação e também a será na segunda. De importância, a decisão do STF que não acolheu mandado de segurança que visava obstruir o processo.

PONTUANDO: # E a Onda de crimes continua  – Santarém virou uma cidade sem lei, aonde todos têm medo de tudo. Até parece que estamos no Oeste Americano, tantos são os fatos criminosos de assaltos, furtos, estupros, tráfico de drogas, e agora o mais em moda: Invasão de residências com reféns. Dizem os observadores que tudo  é decorrência da brandeza da lei, das saídas para tudo que se refere à data festiva e  autorizadas pela justiça e das fugas mágicas da penitenciaria. De verdade, Santarém se tornou uma cidade perigosa! # Silêncio pós – pleito – Dá para sentir que após as eleições, aqueles que alimentavam o ódio, a discriminação, que usavam os meios de comunicação para assacar blasfêmias contra a honra alheia, calaram-se diante do resultado do pleito. Pois é, não adianta  muito comprar brigas e fazer inimizades. Afinal, as eleições passam, os candidatos passam e a vida continua. # Debates piores que os nossos – Quem assistiu aos debates dos 2 candidatos à presidência dos Estados Unidos (Hilary Clinton e Donald Trump), deve ter chegado à conclusão de que, apesar de ser um país de primeiro mundo, em termos de conteúdo do debate, perdem e muito para os nossos que têm muito conteúdo. Trump não tem capacidade para governar aquele imenso e desenvolvido país. # Prefeito eleito buscando ajuda: – O prefeito eleito Nélio Aguiar, ainda não parou após sua esplendorosa vitória nas eleições passadas. Já foi a Belém encontrar-se com o Governador Jatene e buscar apoio para alguns projetos, já foi agradecer a alguns eleitores empresários que lhe deram o apoio no pleito. Segunda, dia 10, foi a Brasília, acompanhado do Vereador Henderson Pinto, em busca de ajuda e apoio para alguns de seus projetos de governo. Portanto, vê-se que Nélio não está parado, mas em constante busca de fazer o melhor por Santarém. # O Rio de Janeiro pegando fogo – A capital do Rio de Janeiro se transforma em verdadeira praça de guerra. E assim está, pelo o desgoverno que impera naquele estado, onde os dois últimos governadores – Sérgio Cabral e Pezão – simplesmente afundaram a economia do Rio, pelos erros, pelas isenções fiscais concedidas a apadrinhados políticos e pela forma de governar para satisfazer interesses de poucos em detrimento de muitos. No meio de tudo está a polícia se desdobrando para conter tanta violência. # Será perseguição – Recebi informações de que a Secretaria de Abastecimento e Agricultura de Santarém está  estabelecendo um preço altíssimo  como contraprestação pelo uso, por terceiros empresários, dos Box localizados na praça do relógio o que vai se estender para outros situados nos mercados modelo, municipal e Mercadão 2.000, tudo em razão do TAC que foi  assinado. Dizem os informantes que já há  ameaça com protestos dos títulos se os empresários não pagarem o que devem e no valor que foi, aleatoriamente, fixado. Espero que esta conduta não seja uma retaliação pelo resultado do pleito, assim como sei também que, apesar da pressão nos pequenos empresários, o princípio da proporcionalidade no estabelecimento do preço público deve ser observado, muito mais se tomarmos como parâmetro o que vinham pagando até agora. # Reclamos contra Alexandre – Algumas escolas públicas municipais estão reclamando do  abandono a que foram relegadas pela administração do atual prefeito. Sem combustíveis para os geradores de energia não há como ter aulas à noite. Ouvi um comunitário dizer abertamente no rádio: “Não é porque o Prefeito perdeu a eleição que ele tem o direito de nos abandonar”. Se de fato isto está ocorrendo é uma coisa lamentável. # Hospital Municipal entregue às baratas – Foi com esta expressão que um radialista se expressou ao se referir ao Hospital municipal. Segundo ele, as baratas caminham sobre os enfermos, sobre as camas, no chão e em vários lugares, como ele presenciou. Disse também que as formigas que por lá se proliferam são demais. Aquele hospital é retrato do desleixo de Von. Era assim que ele queria ganhar a eleição? # E o Estado do Tapajós? – Estou aguardando ansiosamente que haja encontros, seminários, palestras e outros atos do atual Prefeito e de um empresário – hoje exercendo um cargo público e que pregou com empáfia que nunca abandonará a luta – para convencerem os que não são  seus bajuladores, que de fato este é o propósito. Quando vir esses atos, me curvo aos fatos. Sem isso, digo e repito: É tudo verberação de quem só olha para si, mesmo vestindo a roupa de cordeiro. # Mudança dos eleitos – O TSE acolheu recurso do candidato Alexandre Maduro do PTN para considerar válidos os 1.804  votos dados a ele, que antes a justiça eleitoral do Estado havia considerados inválidos. Com a decisão do colegiado superior, houve uma mudança no quantitativo do quociente eleitoral, o que alterou a formação dos 21 vereadores, para entrar Emir Aguiar que obtivera 2.246 votos. # O abraço vai para todo povo católico que comemorou no último dia 12/10 o dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Que a mão de Deus nos ilumine sempre. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *