Asdurúbal Bentes deixa governo de Jatene

Asdrúbal Bentes

Na manhã de hoje, quinta-feira, o Secretário de Pesca do Pará, Asdrúbal Bentes, foi até o governador Simão Jatene e sem nenhum rodeio entregou o cargo que ocupa no primeiro escalão do governo tucano. Asdrúbal Bentes é Deputado Federal do PMDB, licenciado.

 

 

Uma das razões pela qual Asdrúbal entregou o cargo foi por defender a criação dos estados de Carajás e Tapajós. Outra, é por não ter nenhum recurso na pasta que administra, e também por ter hombridade e caráter, pois já que quer dividir o Pará, não pode jamais estar atrelado nos que são contra.

Asdrúbal Bentes foi corajoso e correto e todos que estão na mesma situação deveriam fazer o mesmo. O Deputado que deve voltar para Brasília, finalizou com a frase: “MINHA POSIÇÃO É IRREVERSÍVEL”.

Fonte: taioso.blogspot.com

Um comentário em “Asdurúbal Bentes deixa governo de Jatene

  • 8 de agosto de 2011 em 14:25
    Permalink

    MANOBRA QUE NÃO DEU CERTO
    Durante a audiência pública promovida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na sexta-feira passada, em Brasília, o deputado federal Zenaldo Coutinho, capa-preta do NÃO na campanha do plebiscito do dia 11 de dezembro, arriscou uma rasteira, sem sucesso.

    Ele sugeriu ao TSE a mudança da data do plebiscito para 18 de dezembro, alegando que a data atual da consulta (dia 11 de dezembro) é próxima da festa de Nossa Senhora da Conceição, que ocorre no dia 8 de dezembro, em Santarém, provável capital do futuro Estado do Tapajós. Ele justificou que a manutenção da data do plebiscito poderia aumentar a abstenção da população à consulta.

    Também presente no evento, o deputado estadual Alexandre Von (PSDB/PA) tratou de desmascarar o arauto do NÃO: ele explicou que a maior festa religiosa do Estado é a de Nossa Senhora de Nazaré, em Belém, que ocorre sempre no segundo domingo de outubro, e não a de Nossa senhora da Conceição.

    “Não há, portanto, nenhuma conexão que inviabilize a realização do Plebiscito no dia 11 de dezembro”, esclareceu Von.

    Como se diz lá pras bandas do Tapajós, Zenaldo “ficou com cara de tacho”.

    Resposta
  • 8 de agosto de 2011 em 09:04
    Permalink

    O ESTADO DO TAPAJÓS NÃO É PARÁ.

    Quando queremos emancipar do Pará , não é somente por causa do desgoverno estadual e sim também porque o próprio paraense do Pará é diferente do paraense do Estado do Tapajós…
    A história do Pará é diferente da história do Tapajós…
    E por último porque a nossa permanência agregada ao Pará foi imposta por séculos…… mais já está acabando, apenas 4 meses para o SIM….

    Resposta
  • 8 de agosto de 2011 em 08:20
    Permalink

    MUNICÍPIOS DO OESTE VÃO INSTALAR COMITÊS PRÓ-ESTADO DO TAPAJÓS

    Os municípios do Oeste seguem implantando os comitês locais de apoio à criação do futuro Estado do Tapajós. Além de Belterra, Almeirim, Prinha e Monte Alegre, já anunciados aqui no blog, mais oito acabam de anunciar as datas de suas instalações.

    Veja abaixo os municípios que estão na agenda do Instituto Cidadão Pró-Estado do Tapajós para a instalação dos comitês:

    * Almeirim – dia 08/08
    * Prainha – dia 09/08
    * Monte Alegre – 09/08
    * Aveiro – 12/08
    * Medicilândia – 24/08
    * Brasil Novo – 24/08
    * Altamira – 25/08
    * Vitória do Xingu – 25/08
    * Senador José Porfírio – 26/08
    * Porto de Moz – 27/08
    * Novo Progresso – 31/08

    A corrente pró-Tapajós está juntando novos elos e se fortalece.

    Falta 4 meses para votar no plebiscito!
    QUEREMOS EMANCIPAR O ESTADO DO TAPAJÓS.
    Nossa resposta será SIM!!

    Resposta
  • 6 de agosto de 2011 em 06:40
    Permalink

    É isso ai Dep. Asdrúbal, o senhor é o cara!, parabéns pela sua iniciativa e exemplo que deveria ser seguido pelos demais políticos do Pará. Votando pelo SIM todos nós estamos dando nossa contribuição para o desenvolvimento do Oeste do Pará e calha norte, hoje esquecido pelo governo atual. Diga SIM!!! SE VC SENTIR ORGULHO DE MORAR NESTA REGIÃO!

    Resposta
    • 8 de agosto de 2011 em 07:41
      Permalink

      soh uma correcao ah sua colocacao
      .desde sempre esteve esquecida,por todos os governos.

      Resposta
  • 5 de agosto de 2011 em 20:52
    Permalink

    Estado do Tapajós, mais um coxo aos porcos.

    Resposta
  • 5 de agosto de 2011 em 15:19
    Permalink

    PRÓ-TAPAJÓS: COMITÊ DECIDE REALIZAR DEBATE SOBRE A DIVISÃO, A PRIORIDADE SERÁ BELÉM.

    Membros o comitê priorizam o planejamento da campanha na região metropolitana de Belém

    O Comitê Metropolitano Pró-Estado do Tapajós voltou a se reunir, na noite de ontem, para definir as principais estratégias e ações para a campanha do plebiscito de 11 de dezembro próximo.

    Foi a primeira reunião depois do encontro que teve com o presidente do Instituto Cidadão Pró-Estado do Tapajós (Icpet), professor Edivaldo Benardo, no dia 25 de julho, aqui em Belém. O Icpet será o responsável pela campanha eleitoral pró-Tapajós na campanha para o plebiscito.

    Duas decisões importantes, ontem: primeira, a realização de uma ampla pesquisa de opinião na região metropolitana de Belém para levantar informações e avaliar a percepção da população sobre o projeto de divisão do Pará e a criação dos dois novos Estados; segunda, a realização de um primeiro debate sobre o tema, que deverá acontecer no auditório de uma faculdade de Belém, em parceria com instituições civis.

    “De posse das informações coletadas pela pesquisa, voltaremos a nos reunir com a direção do Icpet para propor e debater estratégicas específicas para Belém e a região metropolitana, pois entendemos que a votação será decidida aqui”, afirmou Dornélio Silva, profissional da área de planejamento e marketing.

    O debate a ser promovido pelo Comitê Metropolitano Pró-Tapajós será no início de setembro, em local a ser definido.

    Resposta
  • 5 de agosto de 2011 em 12:48
    Permalink

    DEPUTADO FEDERAL COMPRA BRIGA PELA EMANCIPAÇÃO DO ESTADO DO TAPAJÓS E CARAJÁS.

    “Tu me respeita”: é Jader e Asdrúbal discutindo

    É dos piores possíveis, é dos mais desgastantes, dos mais pesados o clima entre Jader Barbalho e Asdrubal Bentes, dois históricos peemedebistas.
    O primeiro, vocês sabem, é cacique do PMDB do Pará há trocentos anos.
    O segundo, também vocês sabem, é deputado federal licenciado e atualmente ocupa o cargo de secretário de Pesca e Aquicultura do governo Jatene.
    Asdrubal, envolvido até o último fio de cabelo no movimento em favor da criação do Estado do Tapajós e Carajás, resolveu entregar o cargo.
    Mas não combinou com os russos.
    Ou melhor, não combinou com o russo Jader Barbalho, que no PMDB dá a primeira, segunda, terceira, a milésima… até a última palavra.
    Jader soube da decisão de Asdrúbal pelos outros, digamos assim.
    Ficou furioso.
    Tão furioso que chamou Asdrubal às falas.
    Chamado, Asdrubal atendeu.
    Mas também estava furioso.
    E foi uma pega pra capar daqueles.
    A discussão subiu de tom ao ponto de ambos chegarem àquele tradicional “tu me respeita” pra cá e “tu também me respeita” pra lá.
    Por que o agastamento de Jader?
    Porque a saída de Asdrubal da secretaria tucana desmonta toda uma engenharia política que permite, entre outras coisas, manter o suplente Luiz Otávio Campos, o Pepeca, no exercício do mandato em Brasília.
    Se Asdrubal voltar à Câmara, Pepeca terá de rasgar de lá.
    E aí, como é que ficou?
    Está tudo em banho-maria.
    Jader e Asdrubal estão trombudos um com o outro.
    E oficialmente o secretário ainda está no governo Jatene.
    Mas não pensa em outra coisa senão sair.
    E já.
    E logo.
    Queira ou não Jader Barbalho.

    Resposta
  • 4 de agosto de 2011 em 13:57
    Permalink

    Em pronunciamento na Alepa (Assembleia Legislativa do Pará), o deputado estadual Júnior Ferrari (PTB) pediu reparação ao jornal O Liberal que, “de forma equivocada”, noticiou que o político oriximinaense iria compor a frente parlamentar contra a criação dos estados do Tapajós e Carajás.
    – Sou parte atuante da frente pró-Tapajós e não abro mão de uma escolha saudável, através de um plebiscito que está se aproximando, para que o assunto seja resolvido de forma democrática – enfatizou.

    Resposta
  • 4 de agosto de 2011 em 13:56
    Permalink

    olha, este deputado começa a honrar a familia BENTES, que tem historia de coraqem.

    Resposta
  • 4 de agosto de 2011 em 12:18
    Permalink

    Lançamento do comitê Nacional Pro Tapajós e Carajás.‏

    Acontece em Brasília, o lançamento do Comitê Pró Tapajós e Carajás, na Câmara Federal, anexo II. Pelo Estado do Tapajós estão presentes: O deputado Lira Maia, prefeita Maria do Carmo, prefeito Aparecido (Rurópolis) vereador Reginaldo Campos, Deputado Alexandre Von, prefeito Danilo Miranda, (Trairão) Wilson Lisboa (assessoria jurídica do ICPT), Alberto Oliveira e Olavo das Neves.(coordenação ICPT).
    Pelo Carajás estão presentes: Deputado Wandenkolk Gonçalves, Deputado federal Zequinha Marinho, Deputado federal Giovanni Queiroz, Prefeito Luciano Guedes e Ítalo Ipojucan.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *