MILTON CORRÊA

Tripla festa em família 

Giovana Rafaela completou dois aninhos

Peço permissão aos nossos leitores para fazer um registro especial. Estamos vivendo uma tripla festa em família! No dia 28 de agosto nossa netinha Giovana Rafaela completou dois aninhos; em três de setembro, a matriarca da família Tereza Rêgo Corrêa (Lelé), comemorou 80 anos; no domingo, 11 de setembro, meu irmão Paulo Henrique chegou a meio século de vida. Daí a razão para a tripla festa em família.

Giovana Rafaela, Lélé e Paulo, foram alvos das atenções de todos os familiares e amigos, com eventos festivos inesquecíveis. Tudo entre familiares e amigos. Receberam manifestações de carinho, reconhecimento e o desejo de felicidade plena. Não faltando claro, os inúmeros presentes. O próximo encontro, já tem data marcada 19 de novembro, para comemorarmos o aniversário da senhora Silvia Maria Pinheiro Corrêa.

Na Câmara

Na Câmara, o vereador Carlos Jaime apresentou  Moção de Felicitações a Teresa Rêgo Corrêa, pela passagem de seus 80 anos. Assim ele fundamentou sua moção:

Vô Lelé ao completar 80 anos, com seus netos

“Teresa Rego Corrêa (Lelé) nasceu na vila do Aritapera no dia 03 de setembro de 1931. É filha de Veridiano Vasconcelos Rego e Dulcineia Maciel Rego. Durante sua adolescência e juventude conviveu com seus avós dos quais recebeu atenção, carinho amor e dedicação. Ainda na juventude optou em ser professora e como tal ajudou na formação de centenas de crianças e jovens de sua terra.

Mais tarde, aos 25 anos, uniu-se em matrimônio com Milton Viana Corrêa, no dia 05 de janeiro de 1956, com o qual viveu 32 anos de um feliz matrimônio e desta união nasceram seus filhos e filhas.

Em 1972, dona Teresa com toda a sua família mudou-se para Santarém, onde fixou moradia no bairro Interventoria. Ao chegar aqui, movida pela experiência comunitária já vivida anteriormente em Aritapera, e animada pelo Espírito de Deus, começou a visitar e a conhecer as poucas famílias que já moravam no bairro. A partir daí, juntamente com seu esposo e outras pessoas começaram a semear as primeiras sementes da comunidade de Cristo Libertador. Além do seu engajamento na comunidade Cristã, também exerceu sua cidadania como militante do movimento popular ajudando nas lutas por melhores condições de vida. 

Foi uma das coordenadoras do MOP (Movimento de Organização Popular), coordenou grupos de revenda e com muito entusiasmo ajudou na coordenação de várias lutas, enfrentando Polícia e repressão da então ditadura militar. Dona Teresa, uma das primeiras lideranças da comunidade, foi animadora de grupo de vizinhos, coordenadora de clube de mães, orientadora de crianças da catequese, orientadora de Batismo, animadora de CEBs, Ministra da Eucaristia, membro do apostolado de Oração e Legião de Maria. 

Toda sua motivação vem da freqüente experiência com a Palavra de Deus, com a prática de Oração e a participação ativa na comunidade, nas celebrações Eucarísticas e nos encontros de capacitação.

Sua presença em todas as ocasiões é sempre motivo de alegria e estímulo, sua maneira extrovertida e sincera contagia todos com suas piadas e com sua maneira carinhosa e acolhedora. Ao celebrar seus 80 anos, já não tem mais a mesma energia física, mas o seu espírito jovem cheio de fé, de alegria, de motivação continua contagiando a todos nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *