Sebastião Tapajós é uma das atrações do Terruá Pará em Santarém‏

Sebastião Tapajós

O show Terruá Pará, que reúne 45 artistas paraenses de várias vertentes musicais, será apresentado em Santarém dentro da programação do Sairé, uma das mais importantes manifestações culturais do Estado. O show acontece nesta quinta-feira, dia 15, às 22h, no Sairódromo, em Alter do Chão, com entrada franca.

Uma das atrações do Terruá Pará é o violonista santareno Sebastião Tapajós. Para ele, a realização do show em Santarém será um momento marcante. “A expectativa é ótima. Em São Paulo, Belém e Marabá, onde já apresentamos o show, a reação do público foi sempre muito especial”, diz ele, ressaltando a gama de artistas que integram o projeto. “É um leque maravilhoso, que vai desde o erudito até o mais atual, como a guitarrada e o tecnobrega. Isso é muito importante para que as pessoas saibam o que está sendo produzido no Estado”, completa.

Assim como tem feito nos outros shows do Terruá Pará, Sebastião Tapajós deve mudar o roteiro de sua apresentação. A abertura, “Igapó”, com participação da Orquestra de Violoncelos da Amazônia e Trio Manari, é sempre mantida, mas a música seguinte, “Prelúdio ao Entardecer”, número solo do artista, pode ser substituída. “Tenho uma série de músicas que podem entrar nesse momento”, diz ele, sem querer revelar a surpresa. A canção seguinte, “Ana Luiza”, segue o roteiro do show, com participação do grupo Charme do Choro.

Com 70 discos gravados e uma carreira nacional e internacional, Sebastião Tapajós conta que não costuma fazer muitos shows em Santarém por conta dos compromissos de agenda. “Talvez seja a cidade onde menos me apresento”, diz ele, que após o Terruá Pará segue para uma turnê em São Paulo por meio do Sesc, para divulgar seu novo CD, “Conversa de Violões”, gravado em parceria com o músico argentino Sergio Abalos.

Além deste trabalho, Tapajós também lança, até o final do ano, a versão em CD do LP “Painel”, de 1986. Em outubro ele estará em Belém para um show em homenagem a Billy Blanco, ao lado de Lucinnha Bastos. Realizado pelo Governo do Estado do Pará, por meio da Rede Cultura de Comunicação, o Terruá Pará integra a política pública de circulação da música paraense e está entre os finalistas do 7° Prêmio Bravo! Bradesco Prime, um dos mais importantes da cultura brasileira.

O elenco do Terruá Pará equilibra o tradicional e o contemporâneo, com música boa para todos os gostos e potencial para conquistar espaço no mercado brasileiro e internacional. Estão no show Gaby Amarantos, Edilson Moreno, Charme do Choro, Dona Onete, Sebastião Tapajós, Pio Lobato, Mestre Solano, Felipe e Manoel Cordeiro, Orquestra de Violoncelos da Amazônia, Paulo André Barata, Gang do Eletro, Carimbó Uirapuru de Marapanim e ainda as cantoras Lia Sophia e Luê Soares.

Eles são acompanhados por uma banda base que reúne alguns dos maiores músicos paraenses: Luiz Pardal (maestro e arranjador), Félix Robatto (guitarra), Pio Lobato (banjo), Adriano Sousa (bateria), Calibre (baixo), Esdras Souza (saxofone) e Trio Manari (percussão).

Os produtores Carlos Eduardo Miranda e Cyz Zamorano são os responsáveis pela direção artística do show. O Terruá foi apresentado em São Paulo no mês de junho, com sucesso de público e elogios da imprensa especializada. Na plateia estavam nomes como Nelson Motta, que recentemente apontou a música paraense como a mais interessante do Brasil na atualidade.

Depois de São Paulo, o Terruá Pará foi apresentado em Belém, com cinco sessões lotadas, para um público de mais de 2,5 mil pessoas. Em seguida foi a vez de Marabá receber o projeto, com dois shows gratuitos, dias 31 de agosto e 1º de setembro, na orla da cidade, tendo como convidado especial o boi-bumbá Estrela Dalva.

O Terruá Pará integra a agenda mínima do Governo do Estado, que assegura novas edições nos próximos três anos. Para 2012 a ideia é que o projeto, com novos artistas, seja apresentado em cinco capitais brasileiras. E ainda este ano serão lançados os CDs e DVDs das duas primeiras edições do Terruá.

SERVIÇO

Terruá Pará em Santarém. Nesta quinta-feira, dia 15, a partir das 22h, no Sairódromo, em Alter do Chão, integrando a programação do Sairé. Entrada franca.

Fonte: Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *