Bin Laden foi preso pela Polícia de Manaus

VAGNER CASTRO PONTES

Vagner Castro Pontes, mais conhecido como Bin Laden, de 35 anos, natural de Oriximiná (PA), foragido do Centro de Recuperação Silvio Hall de Moura (Penitenciária de Cucurunã), em Santarém, foi preso na manhã da última quarta-feira, dia 5, em Manaus (AM). A operação foi coordenada pelo delegado Domingos Sávio Passos Guimarães, da Delegacia Especializada em Roubos Furtos e Defraudações – DERFD.

Bin Laden foi preso em Santarém no ano de 2009, juntamente com o perigoso elemento conhecido por Carlinhos Perneta, acusados da morte de um Senador em Rondônia. Bin Laden fugiu da Penitenciária de Cucuruná no início deste ano e seu paradeiro era incerto, sendo procurado por todo o Brasil.

O foragido foi preso em Manaus, sendo um dos acusados da morte do investigador de Polícia Civil, Washington Afonso Simões, de 46 anos, crime que aconteceu no dia 12 de setembro deste ano, no estacionamento do Amazonas Shopping. O investigador transportava em média R$ 100 mil reais, pertencente a uma rede de postos de gasolina. Todo dinheiro foi levado pelos suspeitos.

Policiais da (DERFD) prenderam três dos quatro suspeitos de terem assassinado o investigador da Polícia Civil do Amazonas. O policial foi morto com dois tiros, no estacionamento do shopping, na Avenida Djalma Batista, zona centro-sul de Manaus.  

O trio formado por Agnaldo Rufino Carvalho, 48, José Evaristo Moraes, 43, e Vagner Castro Pontes, 35, foi preso no Novo Aleixo e Cidade Nova, na zona norte de Manaus. De acordo com o delegado titular da DERFD, Orlando Amaral, todos declararam em depoimento ter participado do latrocínio que vitimou o policial.

Apenas um dos envolvidos ainda não foi localizado. De acordo com a Polícia, os suspeitos também agiam praticando assaltos nos Estados do Pará, Rio Grande do Norte, Maranhão e Minas Gerais. A prisão deles foi decretada pelo juiz Mauro Antony.

Na casa de Agnaldo foi localizado um Honda Civic de placa JWY-1674, que segundo o delegado, foi utilizado pelos suspeitos no dia do crime. Amaral informou, ainda, que o trio afirmou que estava monitorando o policial três dias antes do crime e sabiam que ele era da Polícia. “Eles não dizem quem foi, mas afirmam ter recebido informações sobre a rotina e o valor que seria transportado pela vítima”, comentou o delegado.

O superintendente de Polícia do Baixo Amazonas, delegado Gilberto Aguiar, já entrou em contato com a Justiça de Manaus, solicitando a transferência de Bin Laden para Santarém, onde deverá cumprir o restante de sua pena na Penitenciária de Cucurunã, de onde fugiu.

Por: Alciane Ayres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *