Banco do Povo financia negócios de novos empreendedores

Edna Reis entrega certificados do Telecentro - Foto: Ronaldo Ferreira

Quase R$ 112 mil foram liberados na última quinta-feira (13) pela prefeitura de Santarém, através do Banco do Povo, a 76 empreendedores santarenos que participaram de aulas na Escola de Economia Solidária (ECONSOL) da secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico e Social – SEMDES.

A liberação de microcréditos aconteceu em solenidade realizada no auditório das Faculdades Integradas do Tapajós. Durante o evento, a prefeita Maria do Carmo também efetuou a certificação de 116 alunos concluintes dos cursos de Informática Básica, Caixa Informatizado, Departamento Pessoal e Informática Básica para Melhor Idade do Telecentro de Informação e Negócios (TIN),l que funciona na SEMDES.

“Esperamos que o crédito que vocês receberam seja bem aplicado e que os certificados sirvam para os próximos projetos empreendedores que vocês desejem desenvolver. Peço que vocês prossigam nos estudos e tenham êxito em seus negócios”, desejou Edna Reis, secretária de Desenvolvimento Econômico e Social da Prefeitura.

A gestora de Santarém, Maria do Carmo, falou sobre a concepção do Banco do Povo que foi criado pela prefeitura em 2006. Disse que em parceria com o Banpará, representa um projeto de inclusão, pois oferece crédito sem burocracia a empreendedores que antes não dispunham de incentivo algum. “Criamos a SEMDES para atender aos que mais precisam e que não têm alternativas e oportunidades de desenvolvimento econômico e social. Nosso diferencial é que oferecemos crédito que vai de R$ 1 mil a R$ 5 mil com menos formalidades, mas ensinando a importância da responsabilidade de pagar o dinheiro financiado. A cada ano, consolidamos essa política includente que só tem dado certo por causa de vocês”, afirmou.

O Banco do Povo é voltado para a geração de trabalho, renda e inclusão social de empreendedores populares e o Telecentro de Informação e Negócios (TIN) para a oferta de cursos e treinamentos gratuitos, presenciais e à distância, bem como para o uso de computadores conectados à internet pela comunidade em geral.

A secretária de Produção Familiar, Ivete Bastos; o coordenador do Telecentro de Informação de Negócios, Carlos André; e a coordenadora do Banco do Povo, Linderly Germano, também participaram da solenidade.

Fonte: RG 15/O Impacto e Nelma Bentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *