Barbaridade – Idosos são assassinados

Manoel e Honorina foram covardemente assassinados. Polícia procura assassinos

Os moradores da comunidade de Castela, região do planalto santareno, ficaram aterrorizados após um crime bárbaro que aconteceu no último final de semana. O assassinato do casal de agricultores Manoel Luciano dos Santos, de 78 anos, e Honorina Bagata Peixoto, de 88 anos. O caso continua em investigação pela Polícia Civil. A comunidade fica localizada, na região do Curuá-Una.

O procurador do casal, Joaquim Guimarães Ferreira, morador da Rodovia Santarém/Curuá-Una, quilômetro 17, na Comunidade de Perema, conta que tomou conhecimento do crime por intermédio de uma vizinha conhecida como “Ciene”. Ela informou  que havia encontrado os corpos dos agricultores com várias perfurações.

Joaquim disse, ainda, que ao saber da notícia foi ao local e encontrou o corpo do senhor Manoel na porta da casa com uma perfuração acima do peito. Já a esposa de Manoel, a senhora Honorina foi encontrada deitada na rede com três perfurações.

“Ela (Honorina) era paraplégica e não saia da rede”, afirma Joaquim, garantindo que o instrumento utilizado no crime não foi encontrado no local.  

Investigadores da 16ª Seccional da Polícia Civil informaram que desde a manhã de sábado (15) várias diligências estão sendo feitas no local do crime, com o objetivo de prender o autor da morte do casal de agricultores.

A Polícia trabalha com a hipótese de latrocínio. Segundo informações, foi roubado do casal em média de R$ 200,00 em dinheiro.

O delegado Djalma Pereira, em contato com nossa reportagem, disse que as informações coletadas até o momento são de que o ancião foi chamado na porta de casa e quando abriu para atender a pessoa, foi surpreendido com uma facada no peito. Logo em seguida, a esposa dele que era tetraplégica, foi também assassinada com três golpes.

Ex-soldado do Exército é suspeito – Depois de um minucioso trabalho de investigação, a Polícia Civil informou que o ex-soldado do Exército, Vanderson Pereira Carneiro, conhecido como “Pipoca”, está sendo acusado como um dos suspeitos de ter matado o casal de idosos. Na tarde de quarta-feira, 19, “Pipoca” se apresentou na 16ª Seccional da Polícia Civil acompanhado de seu advogado. Em depoimento, ele negou a autoria do duplo homicídio. O chefe de operações da 16ª Seccional Urbana, Hélio Rêgo, reforça que “Pipoca” está sendo acusado do duplo homicídio. O investigador afirma que “Pipoca” negou toda a participação no crime, inclusive dizendo os locais onde esteve na sexta-feira e no sábado. “Ele (Pipoca) após ingerir bebida alcoólica comentou com alguns comunitários de Perema que seria o autor do crime. Na Delegacia, ele negou toda essa situação, mas é uma pessoa que está sendo investigada”, garante Hélio.

Um menor também está sendo investigado – A Polícia Civil ouviu na tarde de ontem, quinta-feira, um menor, que também é suspeito da morte do casal de idosos, mas nada de concreto ainda foi divulgado à imprensa. O delegado Djalma Pereira, que preside o Inquérito, destaca que uma equipe de operação da Polícia Civil permanece no local do assassinato desde o último sábado, onde já identificou alguns suspeitos que possivelmente possam ter cometido o crime.

Por: Alciane Ayres

5 comentários em “Barbaridade – Idosos são assassinados

  • 23 de outubro de 2011 em 11:25
    Permalink

    Estamos ligados nessa busca. Os nossos polícias são excelentes profissionais e acredito na competência. Eles vão achar o culpado por tirar a vida desses inocentes.

    Resposta
  • 22 de outubro de 2011 em 13:13
    Permalink

    NAO TENHO DUVIDA, A NOSSA POLICIA É MUITO COMPETENTE E VAI CHEGAR NO CRIMINOSO, COM TODA CERTEZA.

    Resposta
  • 22 de outubro de 2011 em 09:20
    Permalink

    A policia tem que usar de rapidez, e técnica
    fazer rápido uma visita na casa dos suspeitos em busca de provas e vestigios,
    de sangue,
    mancha,
    pele,
    roupas,
    lixo,
    impressão digital,
    saber se os acusados usam drogas,
    verificar as vestigios nas embaixo da unha, contradições,
    vizinhança,
    calçados verificar se tem material do mesmo terreno, pegadas etc…
    impressão digital ETC…
    coletar material policia tecnica
    NAO EXISTE CRIME PERFEITO

    Resposta
  • 21 de outubro de 2011 em 15:51
    Permalink

    Quero vê a agilidade da Polícia para desvendar esse caso. Gente humilde, de baixa renda e indefesas, no planalto santareno. Estou contanto os dias para acharam o (os) culpado (os). Vamos contar o tempo para o serviço organizado da Polícia em Santarém e bom ou não.

    Resposta
  • 21 de outubro de 2011 em 09:46
    Permalink

    Todos nós já tivemos, de uma maneira ou de outra, experiências difíceis na vida. Isto faz parte de nossa viagem por esta Terra – e embora muitas vezes pensamos que “as coisas podiam ter acontecido de outra maneira” – o fato é que não podemos mudar nosso passado.

    Por outro lado, é uma mentira pensar que tudo que nos acontece tem o seu lado bom; existem coisas que deixam marcas muito difíceis de superar, feridas que sangram muito.

    Como, então, nos livrarmos de nossas experiências amargas?

    Só existe uma maneira: vivendo o presente. Entendendo que, embora não possamos mudar o passado, podemos mudar a próxima hora, o que acontecerá durante à tarde, as decisões a serem tomadas antes de dormir.

    Como diz o velho provérbio hippie: “hoje é o primeiro dia do resto da minha vida”.

    Paulo Coelho

    Que DEUS nos proteja sempre para que tenhamos vida. Mas pra que tenhamos vida é preciso banir esse tipo de ato em nosso meio…E pra banir isso em nosso meio é preciso acreditar que temos um DEUS que nos dar tudo e para todos.Não é preciso usar a violência, a inveja, a calunia, a desavença para conseguir ou alcançar um objetivo desejado.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *