População de Jacareacanga insatisfeita com péssimo serviço bancário

Posto do Bradesco não atende demanda

Os correntistas do Bradesco residentes no município de Jacareacanga, Oeste do Pará, estão com os nervos à flor da pele, devido a falta de atendimento e de assistência por parte da agência de Itaituba.

O posto de atendimento implantado pela instituição financeira, resultado de um contrato firmado com a Prefeitura local, visava um atendimento de qualidade. O único caixa de auto-atendimento instalado pelo Bradesco no Município, não atende a demanda da clientela.

“Um saque, uma transferência ou até uma simples consulta de saldo, comum em outros locais, em Jacareacanga esse tipo de serviço acontece com muita deficiência”, diz Avelar Luz, empresário do ramo de combustíveis. “Estamos sendo prejudicados, temos dinheiro na conta, mas não podemos saldar nossos compromissos. Há 15 dias que não se faz saque e há oito que a máquina entrou em manutenção, segundo o que aparece na tela da mesma. Isso não pode continuar é uma falta de respeito com os correntistas”, desaba o empresário.

O jornalista Nonato Silva, em contato com a reportagem, informou que, em conversa por telefone, o gerente administrativo da agência do Bradesco em Itaituba, Marcos Vinícius, alegou que a demora para solucionar o problema de Jacareacanga se baseia na localização geográfica do Município. “Por toda esta semana estará se deslocando um técnico de Belém da empresa que presta manutenção ao Bradesco. Ainda essa semana o problema será solucionado. A distância de Jacareacanga para a capital colabora para tanta demora em resolver esse problema”, argumentou Marcos Vinícius.

Por: Nazareno Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *