Academia de Letras e Artes de Santarém homenageia músico santareno

Sebastião “Bazinho” Sirotheau

A Academia de Letras e Artes de Santarém (ALAS) reúne-se em sessão solene para homenagear o ex-acadêmico Sebastião Nogueira Sirotheau, conhecido por Basinho, que faleceu no dia 10 de julho de 2011. A solenidade será realizada nesta quarta-feira (26/10), às 18h, no Centro Cultural João Fona, em Santarém, com a participação dos integrantes da ALAS, familiares, parentes e amigos do homenageado.

O acadêmico Emir Hermes Bemerguy vai falar oficialmente, em nome da Academia de Letras e Artes de Santarém, sobre a vida e a obra de Sebastião Nogueira Sirotheau, representando os acadêmicos. Os demais integrantes da ALAS vão participar da homenagem, com pronunciamentos, destacando a importância da vida e da obra do ex-colega tanto como integrante da Academia quanto pela efetiva participação dele na área musical em Santarém e região.

Sebastião Sirotheau integrava o quadro da ALAS desde 28 de dezembro de 2004, quando foram empossados os primeiros integrantes da associação, em reconhecimento a contribuição dele na área da música em toda a região. Até o dia 10 de julho de 2011 ocupou a cadeira número 34, que leva o nome do poeta Silvério Sirotheau Corrêa.

O presidente da ALAS, Ednaldo Rodrigues, já definiu a programação que será desenvolvida na solenidade. No momento, entre os pronunciamentos dos acadêmicos, os músicos da família Sirotheau vão apresentar seis números musicais, destacando as preferidas de Sebastião Sirotheau.

A sessão da saudade é um procedimento normal das academias que tem como objetivo homenagear um ex-integrante. Durante o evento são feitas as manifestações de reconhecimento pela participação do homenageado em determinado segmento cultural, bem como, o encerramento da participação dele como membro da associação. A realização do evento permite a diretoria, na pessoa do presidente decretar vacância na cadeira até aquele momento ocupada.

A academia de Letras e Artes de Santarém, atualmente, conta com 37 integrantes. Entre 2010 e 2011 faleceram o Historiador Wilde Dias da Fonseca, o escritor Eymar da Cunha Franco e o músico Sebastião Nogueira Sirotheau. Logo após a sessão da saudade desta quarta-feira (26/10), o presidente Ednaldo Rodrigues deve publicar edital de vacância das cadeiras 13, 22 e 34 para procedimentos admissão de novos integrantes.

Fonte: RG 15/O Impacto e ALAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *