Ponte do Rio Curuá custará r$ 12 milhões aos cofres públicos

Destaque para a equipe forte de articulção e planejamento do governo JP: Malcione (Secretária de Finanças e Planejamento), Silvio Campos (presidente da Câmara), deputado Nilson Pinto, secretária de educação Alda Luz e João Piloto, que conseguiu junto ao Governador, a tão sonhada ponte do rio Curuá em concreto

Em contato com nossa redação, a atual Secretária Municipal de Educação, Alda Luz, disse que o valor orçado da Ponte em Concreto sobre o Rio Curuá, localizada no município de Alenquer, Oeste do Pará, custará aos cofres públicos o valor de 12 milhões de reais.

A titular informou, também, que a conquista do empreendimento é fruto de uma exaustiva mobilização de todos os políticos da base de sustentação do Governador do Estado.  “A abnegação e espírito de luta do prefeito João Piloto deve ser objeto de reconhecimento. O mesmo foi incansável na grande conquista desse marco histórico. Ademais, o projeto não vai beneficiar apenas o município Alenquer, mas também propiciar melhor condição de vida para toda população da Calha Norte”, informou Alda.

“Como filhada do PSDB e membro do referido Partido, a nível municipal e estadual, não tenho dúvida que o governador Simão Jatene liberou o recurso para a construção desse projeto de tamanha envergadura, por respeito, carinho e compromisso assumido com o gestor municipal e para a população alenquerense”, finalizou Alda Luz.

Jornal O Impacto

Um comentário em “Ponte do Rio Curuá custará r$ 12 milhões aos cofres públicos

  • 8 de janeiro de 2012 em 14:59
    Permalink

    eu espero q os oltro prefeito tenha vergonha na cara e fasa uma ponti de cocreto nao querendo alfende o doto farias q pramim era um otimo prefeito e comprio a palavra e fes esa ponti q por falta de paseria nao fes uma de comcreto eu falo iso da nosa governadora q nei foi la so vai no tenpo de eleisao so aleiquerensi revoltado com anosa diresao oji nao moro em alenquer infelismeti

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *