TAPAJÓS ESTÁ FORA DA SEGUNDINHA DO PARAZÃO

Sandicley

O time do Tapajós não disputará a Segunda Divisão do Campeonato Paraense. O time do desportista Sandicley Monte, que ensaiou disputar o torneio, não conseguiu se regularizar a tempo. A competição vai classificar dois times à primeira fase do Campeonato Paraense 2013 e tem início programado para o dia 15 de setembro. Apenas dois clubes do interior estão participando: o Santa Cruz, da Vila Cuiarana, do município de Salinópolis, e o Paragominas, da cidade homônima. Na reunião do Conselho Técnico da FPF ficou definido que os participantes serão divididos em três grupos: A (Ananindeua, Vila Rica, Santa Rosa e Santa cruz); B (Sport Belém, Tiradentes, Paragominas e Pinheirense) e C (Time Negra, Izabelense e Gavião Kyikatejê).

As duas equipes classificadas à 1ª fase do Campeonato Paraense 2013, o campeão e o vice, se juntarão a São Raimundo, Independente, Castanhal, Abaeté, Parauapebas e Bragantino na disputa por 4 vagas na etapa principal do Campeonato Estadual, que terá a participação, entre outros clubes, de Paysandu, Remo, Águia e Cametá. Segundo o diretor técnico da FPF, Paulo Romano, as despesas com a Segundinha, como viagens, arbitragem e, caso tenham estádio próprio, aluguel do local de jogos, serão arcadas pelos clubes.

PREPARADOR DE GOLEIRO DO LEÃO VAI PARA O PANTERA – O preparador de goleiro Jorge Ney não faz mais parte do da comissão técnica do São Francisco. O ex-goleiro confirmou que aceitou, através do treinador Lúcio Santarém, o convite para voltar ao clube que já havia atuado. De acordo com o próprio Jorge Ney, o São Raimundo lhe fez uma proposta e como profissional aceitou. Amanhã viaja com a delegação alvinegra para Altamira. Jorge Ney trabalhou pelo São Francisco no último Campeonato Paraense ao lado de treinadores, como Osvaldo Monte Alegre, Serginho Dantas e Tiago Amorim. No Pantera, Jorge Ney já está trabalhando com o goleiro Labilá. O jogador Ricardinho, que também defendeu o São Francisco no Campeonato Paraense, no começo da semana esteve no Panterão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *