Mototaxistas clandestinos denunciam abuso da PM e SMT

Manifestação dos mototaxistas clandestinos
Manifestação dos mototaxistas clandestinos

Um grupo de motaxistas não legalizados organizou um manifesto em frente à Prefeitura de Santarém, na manhã desta segunda-feira, dia 1º de julho, para denunciar o abuso de poder praticado por alguns policiais militares e agentes da SMT. Os motocondutores delatam que somente neste final de semana, diversas motocicletas foram apreendidas pela Polícia Militar em Santarém.

O líder dos mototaxistas não legalizados, Nonato Santos, explica que o grupo se reuniu com o intuito de mostrar para a administração pública que entre os não legalizados existem muitos pais de família trabalhando e, que precisam sustentar os seus filhos. “Nos últimos dias começou uma repressão na cidade, onde a Polícia Militar e SMT estão apreendendo muitas motocicletas e queremos que parem com isso”, declara Nonato.

Segundo ele, os policiais chegam e apreendem as motocicletas sem perguntar o que as pessoas estão fazendo no veículo. “Eles não sabem nem quem é a pessoa e chegam tentando tirar a gente de circulação. Gostaria de perguntar ao Prefeito se ele tem onde colocar esse pessoal todo?”, pergunta o líder.

Mototaxistas denunciam que veículos mesmo legalizados estão sendo apreendidos
Mototaxistas denunciam que veículos mesmo legalizados estão sendo apreendidos

Para Nonato Santos, o tipo de repressão que a Polícia Militar e SMT está fazendo não é legal, principalmente porque existem muitos trabalhadores tirando o sustento da família através do serviço em motocicleta.

“Somos pais de família e estamos trabalhando e não estamos roubando. No momento é assim que estamos sendo tratados, agora com uma repressão total pela Polícia Militar e a SMT”, denuncia.

Nonato diz, ainda, que acha que reprimir dessa forma não é legal, principalmente do jeito que a Polícia Militar e SMT estão agindo. “A ordem chegou no Ptran para apreender as motocicletas que fizerem o serviço remunerado de passageiros não legalizados. Neste final de semana houve bastante motos apreendidas”, revela Nonato, reforçando que os policiais chegam sem perguntar o que o motocondutor está fazendo e apreendem a motocicleta.

“Eles não perguntam se a moto está legalizada e se tiver com uma pessoa na garupa não querem saber se é mãe, se é filho, se é tio ou se é esposa. Só falam pra descer da moto, entregar a documentação e levam o veículo”, afirma.

Fonte: RG 15/O Impacto

5 comentários em “Mototaxistas clandestinos denunciam abuso da PM e SMT

  • 2 de julho de 2013 em 10:09
    Permalink

    e os legalizados que passam em sinal vermelho,param em cima da faixa(me lembrei são legalizados,igual aos adolescentes,tem leis )

    Resposta
  • 1 de julho de 2013 em 22:08
    Permalink

    a solução é criar cooperativas organizadas.Pois essas pessoas todas merecem dignidade e respeito pelo fato de estarem trabalhando. penso que nossa autoridades serão bastante respeitosa com quem trabalha.

    Resposta
  • 1 de julho de 2013 em 13:26
    Permalink

    Mas se não é permissionário tem que apreender mesmo a motocicleta.

    Resposta
    • 2 de julho de 2013 em 09:24
      Permalink

      Então tente pega um legalizado pela parte da noite, vê se encontra algum. Todos somem…

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *