HRBA e Hemocentro realizam campanha para incentivar doação de sangue

Doação de sangue no HRBA
Doação de sangue no HRBA

Nos dias 6 e 7 de novembro o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em parceria com a Hemocentro Regional de Santarém (HRS), realizou em Santarém, região Oeste do estado, a campanha “Seja Amigo do HRBA, Doe Sangue e Salve Vidas!”. A campanha teve por objetivo sensibilizar os colaboradores, usuários e acompanhantes sobre a necessidade de realizar a doação voluntária de sangue e ajudar a salvar vidas. Em Santarém um dos maiores consumidores do estoque do Hemocentro Regional é o HRBA devido ser um hospital de média e alta complexidade realiza mensalmente 350 cirurgias mês, além de possuir um centro de diálise e hemodiálise que atende mais de 150 pacientes.

Nesta nova etapa da Campanha que é coordenada pelo Comitê Transfusional do HRBA e Hemocentro Regional a meta era coletar 80 bolsas de sangue, meta que segundo a coordenação poderá ser superada até o final da campanha. “Na verdade é uma parceria que já vem acontecendo em alguns anos e que neste ano nós estamos renovando e que temos um boa expectativa de coletar e quem sabe até ultrapassar metas estipuladas. Existem altos e baixos, há os momentos em que registramos quedas no número de doações e com isso a oferta diminui e em compensação a demanda sempre é crescente e nós não temos como controlar”, falou Anaídis Silva, Assistente Social do Hemocentro.

A enfermeira da Agência Transfusional do HRBA, Paula Maia, falou sobre a importância da sensibilização e do trabalho da Agência Transfusional dentro de um hospital como o HRBA. “Com a campanha nós realizamos não apenas a sensibilização dos colaboradores e usuários, além dos acompanhantes, mas também buscamos por meio das doações voluntárias repor os hemocomponentes utilizados nos procedimentos de média e alta complexidade do Hospital Regional em nossos pacientes”, falou a enfermeira que realiza palestras nos ambulatórios em conjunto com o Grupo de Trabalho de Humanização do HRBA.

Sobre do ato solidário de doar sangue a enfermeira complementou que uma única doação pode salvar até quatro vidas e, que ao contrário do que muita gente pensa, doar sangue não causa malefícios a saúde do doador. “O ato de doar sangue não causa anemia, não emagrece ou engorda, não vicia, não engrossa o sangue e muito menos gera risco de contaminação para o doador e vale ressaltar que a bolsa de sangue após passar pelo processo de fracionamento gera os hemocomponentes: Concentrado de hemácias, plasma fresco, concentrado de plaquetas e hemoderivados, que podem ajudar a salvar até quatro vidas”, enfatizou.

A campanha de doação de sangue iniciou às 14 horas da quarta-feira, 6 e segue até as 18 horas da quinta-feira, 7, no setor de coleta do laboratório do HRBA. Podem realizar as doações voluntárias pessoas que estejam na faixa etária de 16 a 65 anos, em bom estado de saúde, com peso superior a 50kg. Para realizar a doação é necessário estar bem alimentado, descansado e apresentar documento de identidade com foto. Em Santarém o Hemocentro Regional fica localizado na Avenida Frei Vicente, S/N, bairro do Aeroporto Velho e funciona de segunda a sexta-feira das 7h às 13h.

HRBA APOIO PROJETO DA POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL E SEST SENAT

Policiais Rodoviários promoveram campanha na Santarém/Cuiabá
Policiais Rodoviários promoveram campanha na Santarém/Cuiabá

Na quarta-feira, 6, dezenas de caminhoneiros tiveram suas atividades interrompidas por alguns minutos para darem atenção especial a sua saúde, era o Projeto “Comando Saúde nas Rodovias Federais” da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Sest Senat que mobilizou inúmeros parceiros em prol de maior qualidade de vida dos homens e mulheres que ganham a vida interligando norte a sul. Teste de glicemia, aferição de pressão arterial, testes de aptidão ao volante, massagem e teste rápido de HIV/Aids, além de consultas médicas e com nutricionistas foram disponibilizados no posto ao lado da sede da PRF na BR 163, próximo ao 8º Batalhão de Engenharia de Construção (8º BEC).

O Coordenador do comando de Saúde da PRF, José Jorge Sales, explicou que está primeira etapa do projeto em Santarém surgiu a partir da crescente movimentação dos portos da cidade. Em todo o país o projeto existe desde 2006 e visa garantir maior qualidade de vida para os motoristas de veículos pesados e assim reduzir o índice de acidentes nas rodovias federais. “Os caminhoneiros e todos que trabalham ao longo da rodovia eles não possuem uma alimentação adequada e com isso alguns problemas de saúde podem ser adquiridos com mais facilidade, como os problemas de pressão arterial e por isso estamos fazendo alguns exames em cima da medicina de trafego além de outros que garantem maior qualidade de vida para os motoristas”, falou o agente Sales após confirmar que a partir de 2014 o projeto acontecerá pelo menos duas vezes por ano.

Um dos parceiros do projeto, o Serviço Social do Transporte (Sest) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat), que em Santarém realiza a capacitação de condutores e motoristas falou sobre a 4ª edição do projeto. “O Comando saúde já acontece desde 2006 e geralmente eles acontecem nas capitais dos estados e este ano devido o grande fluxo de caminhões na nossa região o Comando Saúde foi determinado para acontecer aqui em Santarém. Nós temos a meta de atender 95 motoristas e além dos serviços básicos de saúde o Sest/Senat está oferecendo outros serviços como massagem para ajudar os motoristas a relaxarem um pouco e também vacinação e teste rápido de HIV/Aids”, falou a coordenadora social do Sest/Senat Carla Martins.

Durante o projeto, caminhoneiros como o senhor Eliosmar Pereira de Oliveira, 55 anos e que há 30 exerce a função de transportar cargas pelas rodovias federais e estaduais, participou da ação e recebeu atendimentos. Satisfeito ele agradeceu o projeto e falou da expectativa de novas ações. “Estou muito feliz, as pessoas são muito educadas e prestativas. Como santareno a gente espera que mais ações aconteçam pois quem está nas estradas as vezes para apenas para se alimentar então aproveitar o tempinho para saber como tá a saúde é muito bom”, disse o caminhoneiro santareno que apesar de ser hipertenso conferiu a saúde e continuou na jornada.

Do HRBA a equipe do Serviço de Nutrição e Dietética (SND) participou do projeto dando apoio a PRF e ao Sest/Senat, juntamente com o Instituto Esperança de Ensino Superior (IESPES), Fundação Esperança, Cerest, CTA e Secretaria Municipal de Saúde de Santarém. De acordo com a coordenadora do SND, a nutricionista Edilssa Carla, levar orientações para uma alimentação saudável faz parte do trabalho desenvolvido pela equipe nutricional do HRBA. “O nosso trabalho é voltado para a nutrição e medição dos índices de massa corpórea com o objetivo de verificar o estado nutricional dos motoristas e assim prestar uma orientação sobre a alimentação saudável que eles podem ter mesmo estando nas estradas. Segundo o Ministério da saúde, 52,8% da população está acima do peso então com as orientações nós esperamos ajudar a mudar esta realidade”, falou a coordenadora do SND do Hospital Regional sobre o trabalho desenvolvido no projeto.

Fonte: RG 15/O Impacto e Ascom/HRBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *