Prefeitura de Itaituba acusada de aplicar calote em empresa de gás

Prefeita Eliene Nunes
Prefeita Eliene Nunes

A empresa que estava fornecendo gás para a prefeitura de Itaituba, no Oeste do Pará, vinha sendo caloteada e foi obrigada a suspender o fornecimento do gás para começar a receber o seu dinheiro.

Depois que foi denunciado na imprensa de Itaituba, a falta de compromisso da Prefeita Eliene Nunes e da Secretaria de Educação Professora Ana Paula que por motivos ainda não sabidos deixaram de pagar a empresa fornecedora de gás para o Município, parte da situação foi resolvida.

A denúncia foi feita por várias pessoas ligadas às escolas do Município, onde relataram que as mesmas não estavam recebendo o Vale Gás da Secretaria de Educação por falta de pagamento à empresa fornecedora do gás. A denúncia foi comprovada por nossa reportagem que conversou com a direção das escolas e flagrou as botijas vazias e algumas viradas.

Depois que a matéria foi exibida no programa Balanço Geral, muitas pessoas ficaram surpresas com a falta de responsabilidade e de compromisso da gestora do Município, que não está tendo competência para resolver os problemas. Na matéria foi comprovado que a Prefeitura estava dando um calote na empresa fornecedora do gás. Nossa reportagem foi informada que a Prefeitura deve nota fiscal do mês de julho à empresa e, para tentar receber o dinheiro o empresário dono da empresa não encontrou outra alternativa a não ser suspender o fornecimento do gás para as escolas. Foi o que aconteceu, com a divulgação do fato a empresa começou a receber o recurso.

Na manhã de quinta-feira, 14, nossa reportagem procurou a Secretária de Educação, Professora Ana Paula, para falar sobre o assunto, mas a mesma não quis conceder entrevista para esclarecer os fatos. Disse somente que a Secretaria já pagou a fornecedora do gás e que as escolas irão receber normalmente o produto.

A informação foi confirmada por nossa reportagem, que entrou em contato com a empresa, mas fomos informados que apenas Secretaria de Educação pagou seu débito, que era em torno de 9 mil reais. A Prefeitura ainda deve cerca de 5 mil reais da SEMDAS e da SEMINFRA. Da SEMDAS a empresa não recebe há três meses e da SEMINFRA um mês. Nossa reportagem foi informada que a Prefeitura deve pagar por esses dias a empresa. Estamos de olho!!!

Fonte: RG 15/O Impacto e Junior Ribeiro

Um comentário em “Prefeitura de Itaituba acusada de aplicar calote em empresa de gás

  • 19 de novembro de 2013 em 08:04
    Permalink

    Pelo andar da carruagem esta não termina seu mandato. Deve correr antes do tempo ou ser expulsa do cargo. \”Quem não pode com o pote, não pega na rodilha\” Adeus tia Chica!!!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *