Secretário de Saúde de Belém pode ser preso

jose-figueiredo-nao-esta-cumprindo-determinacao-da-justica
José Figueiredo não está cumprindo determinação da Justiça

No último dia 10, a justiça concedeu uma liminar que obriga a Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma) a custear o tratamento e o transplante de medula óssea ao belenense Edson Veloso, 55, no hospital A.C de Camargo Câncer Center, situado em São Paulo. A Sesma foi notificada no mesmo dia e o prazo estipulado pelo Tribunal de Justiça do Pará, em mandado de segurança era de 48 horas. Mas a decisão está sendo descumprida desde o dia 13. Diante disso, os advogados do paciente ingressaram, na sexta-feira (16), com uma nova ação solicitando a prisão do titular da Sesma, Sérgio Figueiredo, e a majoração da multa diária, passando de R$ 5 mil para R$ 50 mil. O representante comercial Edson Veloso foi diagnosticado com linfoma há 1 ano e meio.
Após finalizar o tratamento que estava sendo feito na capital paraense, naquele momento, os médicos constataram que o paciente estava curado. Entretanto, 3 meses depois, a doença voltou ainda mais forte. E foi informado de que necessitaria recomeçar o tratamento para, em seguida, passar por um autotransplante de medula. O problema é que o procedimento não é feito em Belém. Foi então que os médicos que o acompanhavam indicaram o hospital de São Paulo, já que o local pode oferecer o tratamento adequado ao caso do paciente, além de atender pelo Sistema Único de Saúde.
E, de acordo com Thiago Santos, 25, advogado do paciente, a única alternativa encontrada pela família foi recorrer ao serviço de saúde pública para arcar com os custos do procedimento fora do Estado. “Ele precisa fazer o autotransplante com urgência porque está correndo risco de morte, segundo dizem os médicos”, reforça Santos. O advogado explicou que os médicos informaram aos familiares que o paciente teria apenas mais 2 meses de vida. Na tentativa de salvar a vida do paciente, a família resolveu denunciar o caso por entender que a Sesma precisa dar cumprimento à medida o quanto antes.
A angústia da família é tão grande que, inclusive, para chamar a atenção das autoridades, o caso de Edson, que é casado e pai de um casal de filhos, ganhou repercussão até mesmo nas redes sociais, onde foi divulgado na semana passada.
SESMA
A Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) esclarece que o paciente jamais protocolou ou solicitou qualquer pedido de custeio de seu tratamento no hospital A C Camargo em São Paulo e que foi surpreendida com o mandado de segurança da Justiça.

Fonte: Pryscila Soares/Diário do Pará

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *