A BOA IMPRESSÃO QUE ME CAUSOU BOA VISTA

Estive na bela capital do estado de Roraima, a serviço, e confesso que ELA me causou uma boa impressão. Logo de início me deparei com cinco elementos que me agradaram e surpreenderam.

Cheguei após meia-noite, por causa desses voos que inventaram agora (Santarém/Manaus/Brasília/Boa Vista – na volta o contrário) que é uma verdadeira maratona para se chegar até lá, principalmente, para quem já não tem dezoito anos, como eu.

Cidade bem iluminada. Ruas amplas e limpas, bem sinalizadas, principalmente, na horizontal, pouca sinalização de semáforos, o que nos leva a entender que os motoristas, obedecem (o que pude comprovar nos táxis que andei). E por ser uma cidade acima do Equador a temperatura é muito forte nesta época, mas o calor o amenizado em toda a sua extensão porque tem bastante arborização em todos os seus bairros. E suas calçadas são amplas e no mesmo nível, sem nenhuma obstrução, para impedir o trânsito do pedestre.

Os prédios públicos são suntuosos e de bom gosto, todos próximos uns, dos outros, Palácio do Governo, Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Receita Federal, Receita Estadual, Catedral, Fórum Civil. O Fórum Criminal (onde atuei no Tribunal do Júri, dia 18.10.2016),  recentemente construído fica no bairro de Caranã, é mais afastado do centro, porém, é um prédio amplo, moderno e muito bem estruturado.

O serviço de transporte coletivo é pouco, o que se compensa com um bom serviço de táxi e transporte alternativo – chamado lotação – que leva o passageiro ande ele quiser ir, por preço, de quatro reais por pessoa – são carros novos e bem conservados. Lá não tem o serviço que aqui em Santarém enfeia a cidade, causa maiores números de acidentes e enchem os hospitais de fraturados que é o serviço de moto-táxi. Um Vereador já tentou criar, mas foi rejeitado pela Câmara e pela população. Aqui fazem bandeira de votos pela manutenção desse serviço e nunca se levantou a voz pelo transporte alternativo, nem pelos prejuízos que ele causa ao município de Santarém. Não tem vendedor de churrasquinho nas ruas nem de outras espécies de alimentos ou bugigangas, nas esquinas, nem ambulantes. Tem as praças exclusivas para isso. Também tem praças para atividades esportivas e recreativas além de parques, o que me chamou atenção foram as suas extensões, bem grandes e equipados.

Problemas? Agora está surgindo um, mas a população está reagindo, que é a vinda de venezuelanos e haitianos que querem fazer dos cruzamentos ou sinais de trânsito ponto de vendas, para angariar alguns trocados para sobreviverem, principalmente os saídos da ditadura bolivariana. Dizem que não é próprio da cidade esse tipo de aglomeração e de mercado e estão começando a fiscalizar para a retirada. Já basta o acúmulo de gente na fronteira, dizem.

A Prefeita atual de lá, já teve dois mandatos. Folgou quatro anos. É atual Prefeita reeleita com 80 por cento dos votos, no primeiro turno é claro. Tanto lá como cá, seria a primeira vez que poderia ter segundo turno. Não houve.  Que tal? Igual aqui!

Não é uma cidade dos sonhos, mas é bem, e muito bem melhor, da em qual vivo. Mas os muitos santarenos que ali trabalham e residem só falam em retornar para cá, após a aposentadoria, para curtir as nossas belas praias. Como fez recentemente o CICA Picota que está de volta à Pérola do Tapajós, após, mais de vinte anos por lá.

Claro que tive que observar, como bom santareno, como seria aqui. Pois o prefeito Ronan Liberal tinha esse projeto de fazer a parte administrativa do Município, ali próximo da Prefeitura, Câmara, e demais secretarias, mas bagunçaram com o projeto original dele. E está aí, Santarém com um monte de imóveis alugados, de afilhados políticos, É claro! E o deslocamento do cidadão de um bairro para o outro para resolver os seus problemas junto ao Município.

O trânsito daqui perde de dez a zero para o de lá. Ademais agora, que por tabela, os secretários municipais daqui foram demitidos pelo voto popular, estão deixando a cidade, abandonada e a SMT também! As tais chamadas calçadas livres estão sendo retomadas, pelos tabuleiros, daqueles que lentamente, vão chegando “e não lhe dizem nada”.

Como o que está ocorrendo na frente do supermercado do meu bairro, localizado na Turiano Meira, próximo a Muiraquitã, que a frente foi tomada pelos mototaxistas, usando a calçada em toda a sua extensão e fazem fila dupla e até  tripla, arrancaram o sinal que indicava o local do ponto deles que é do outro lado da rua e assim passaram a tomar conta do lado do supermercado, prejudicando os clientes que não podem estacionar em frente ao estabelecimento, ou mesmo, deixando a calçado para os pedestres e demais transeuntes. Além de prejudicar a entrada e saída do estabelecimento comercial que é um dos maiores pagadores de impostos deste Município. Que tal a Secretaria de Mobilidade e Trânsito mostrar serviço nesses últimos setenta e dois (72) dias que faltam para o encerramento do mandato? Para que a população acredite que não está abandonada. E voltem a fazer aquela fiscalização e ordenamento, no trânsito e estacionamento, novamente, como aquelas batidas, que eram feitas outrora? O povo aguarda ainda esta resposta.! /////////// Andam dizendo por aí que o prefeito Alexandre foi chamado de Prefeito Cebola. Porque fazia alguns de seus secretários chorar, após as pouquíssimas reuniões que fazia com eles. ///////// Meus parabéns ao meu amigo e irmão, membro da nossa Confraria do IRURÁ, formada por ex-alunos do Seminário São Pio Décimo, JORGE COLARES, que colheu mais um botão de rosas no Jardim florido da sua preciosa existência. No dia 15 passado. Que ao lado da sua alma gêmea Iolanda, tenha um Rio Amazonas de felicidades. Mais tarde tem “as cosas” lá na rua residência! ////////// Reproduzo aqui a mensagem recebida do nosso irmão Carlos Rebelo: Diletos de São Pio X, SEMPER GAUDETE!

Foi encontrado morto (infarto), em seu quarto, quarta pela manhã, o Pe. Jaime Barbosa Sidônio.

Ele trabalhou na Diocese de Santarém, ao tempo do episcopado de D. Lino, e deste era um mui fiel amigo. Foi reitor de nossa ALMA MATER, o Seminário São Pio X, Vigário Geral e responsável pelo Tribunal Eclesiástico. Atualmente, trabalhava na Arquidiocese de Belém, onde era o Chanceler e Presidente do Cabido Metropolitano. Nasceu em 13 de novembro de 1947, na Ilha do Marajó. Ordenação sacerdotal em 26 de junho de 1975. O velório é na Igreja de Sant’Ana, Belém, onde era pároco. O enterro foi ontem, após missa de corpo presente, às 09h00. Sacerdote de grandes valores e virtudes. Admirado e querido. Um devotado ao anúncio do Evangelho. Ele nos aguarda, serenamente, no Seio do Pai. INSTAURARE OMNIA IN CHRISTO! (Lema de S. Pio X) IN VERBO TUO! (Lema de D. Tiago) BEATI OCULI QUI VIDENT! (Lema de D. Lino) Carlos Rebelo /////////// Hoje tem Sexta da Saudade no Fluminense com a BANDA STILLUS. DELSON, CAETANO e a PARTICIPAÇÃO ESPECIAL DA CANTORA LÍCIA MARA. A partir das 23 horas. Imperdível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *