XIMANGOS E CURUAENSES SE PREPARAM PARA O XVI RAID 2016

Festa do Raid vislumbra perspectiva de aquecimento da economia dos municípios de Alenquer e Curuá
Festa do Raid vislumbra perspectiva de aquecimento da economia dos municípios de Alenquer e Curuá

As Secretarias de Cultura, Esporte e Lazer dos municípios de Alenquer e Curuá estão dando os ultimatos na programação do Raid versão 2016. A tradição vem se repetindo ao longo de dezesseis anos. As realizações vêm tomando proporções com aperfeiçoamentos, critérios e organização. Sendo que, as realizações do evento acontecem no segundo sábado do mês de novembro de cada ano subsequente.

Portanto, uma vez praticamente tudo confirmado para o dia 12 de novembro de 2016, o esporte radical está gerando expectativas e especulações, principalmente no que concerne à segurança pública. A grande maratona mexe com adrenalina de milhares de motoqueiros que curtem a modalidade esportiva. Como de praxe, os participantes saem do município de Alenquer em grupos pela trilhas de várzea que dividem os municípios vizinhos.

O Raid na sua prularidade é só lazer, não tratando logicamente de competitividade. Ou seja, é um passeio ecológico pelos exuberantes campos naturais, onde as relvas deslumbram cada olhar do paisagismo encantador. Por conseguinte, é também uma espécie de confraternização de fim de ano entre os aventureiros. Assim sendo, a vasta programação, começa com festa na sexta-feira à noite na Praça João Tito Alves em Alenquer. No sábado, o ápice do acontecimento ou reencontro de amigos e familiares, dar-se-á, também com festa, cuja recepção é promovida pela hospitaleira cidade de Curuá, na Praça Beira Rio.

Vale ressaltar que, as pessoas de bem que participam deste ímpar acontecimento emocionante, de forma comedida, com prudência e cautela, efetivamente a cada ano que passa, aumenta a vontade de participar desta mobilização e a harmonia indiscutível entre o ser humano, as máquinas e a natureza.

TRÂNSITO: Contra fato não há argumento. Mas no dia do Raid, absolutamente nenhum artigo da Legislação do Código Nacional de Trânsito Brasileiro – CNTB é cumprido na íntegra pelos participantes. Infelizmente, as autoridades como um todo, inerente à questão, ficam impotentes de fazer os condutores dos respectivos veículos respeitarem a norma na sua concretude. O CTB possui 341 artigos divididos em 20 capítulos e inúmeras Resoluções. Vale salientar que, negligência e a conivência, também são crimes. E como tal, o que vem acontecendo não passa de um verdadeiro paradoxo. Pois o ano inteiro as instituições de trânsito realizam blitz, apreensões de veículos descaracterizados, inclusive detenção de condutores sem habilitação ou sobre o efeito de bebidas alcoólicas. Essa aquiescência e a violação do CTB é um contra senso, além de enfraquecer o Código o torna sem eficácia. Em suma, fere os preceitos da isonomia, já que ninguém pode se sobrepor à Lei.

ANIVERSÁRIO: Duas figuras extraordinárias do meu círculo de amizade estão de idade nova. Meu ex-colega vereador Sílvio Campos, carinhosamente conhecido como Curicacá e meu ex-colega de Banco do Brasil, Waldomiro Roberto da Silva. Os aniversariantes têm o meu respeito e apreço incondicional. Nossa página deseja aos nobres e diletos amigos muita luz, sabedoria, saúde, felicidade, paz e muitos anos de vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *