JUIZ DEFINE DATA DA DIPLOMAÇÃO DE PREFEITOS E VEREADORES ELEITOS

Câmaras de vereadores de Alenquer e Curuá foram os lugares escolhidos pelas autoridades judiciárias para as cerimônias de diplomação de prefeitos e vereadores no dia 16 de dezembro de 2016

O Meritíssimo Juiz de Direito da Comarca, que responde pela 21º Zona Eleitoral de Alenquer e Curuá, Dr. Sidney Pomar Falcão, escolheu o dia 16 de dezembro de 2016, para ficar na história dos respectivos municípios. Na magna data os servidores do Cartório Eleitoral, acompanharão o Magistrado para cumprir o último rito inerente ao processo eleitoral realizado no dia 03 de outubro do ano de 2016. Na data supramencionada, serão diplomados os vereadores e prefeitos eleitos, os quais preencheram totalmente as exigências da lei eleitoral.

Dessa forma, uma vez cumprido os ditames do princípio da democracia e da livre vontade popular, receberão o passaporte para a tão esperada posse. Segundo informações de servidores do Cartório Eleitoral, a cerimônia da referida diplomação, obedecerá à seguinte programação: Pela parte da manhã, o centro das atrações estará voltado para o Poder Legislativo curuaense denominado Palácio Legislativo Francisco Antônio Miléo. À tarde, será a vez dos eleitos do município ximango, que receberão o canudo no Palácio Legislativo José Leite de Melo.

Apraz-nos parabenizá-los, pela grande e triunfal conquista que irão desempenhar. Por isso, desejamos-lhes sucesso e sorte para que os entes, possam se compenetrar-se de não violar os juramentos de servir a sociedade, e principalmente os menos favorecidos. E que sejam iluminados com conduta virtuosa de trabalho digno, onde as prioridades e plataforma de trabalho, objeto de suas funções, não sejam seus próprios interesses.  E sim, que prevaleçam os preceitos da: honradez, da moralidade, da ética e da descendência.

POLITICANDO: À medida que se aproxima o dia da posse dos novos prefeitos e vereadores, aumenta as expectativas dos que vão gerir o erário e as contas públicas dos municípios de Alenquer e Curuá. A população por sua vez, está dividida. Uns acreditam, outros continuam céticos com relação se efetivamente os representantes do povo irão corresponder os anseios do contribuinte que através dos impostos irão pagar os proventos dos políticos. No que concerne as escolha de secretariados ou funcionários do primeiro escalão, as especulações vislumbram perspectivas de que se por ventura os prefeitos descentralizarem e delegarem poderes aos subalternos ou assessores imediatos, a máquina administrativa poderá resgatar a decência, a dignidade e auto-estima dos munícipes.

POLÍTICA: A palavra em epígrafe significa: “a arte de bem governar”. Seria preponderante que os políticos ímprobos e mal intencionados, passassem haurir e honrar os ditames pertinentes na Constituição Federal – CF. A mesma tipifica que o “poder emana do povo”. Partindo desse pressuposto, o trabalhador efetivamente, de fato e de direito, é o patrão dos políticos. Ou seja, através da lei, é imputado recolher aos cofres públicos parte de suas respectivas rendas auferidas. Em síntese, por tudo que fazem, deveriam merecer respeito incondicional, por parte dessa pequena “elite” que em determinadas situações deixa muito a desejar, quando saqueiam os cofres públicos. Afinal, o mais decepcionante e patético, é o contribuinte honesto, presenciar seu dinheiro sagrado conseguido com o suor do rosto, ser roubado por essa corja de cretinos de colarinho branco. Infelizmente, esses bandidos ainda recebem o nome de “autoridade”. Na sua concretude, as legítimas autoridades judiciárias, também determinadas situações, não agradam a sociedade pela morosidade e/ou falta de celeridade na condução do devido processo legal. Neste contexto, quando um dia a justiça for mais célere, talvez seja extirpado da vida pública o tumor cancerígeno, vergonhoso e deprimente dessa avalanche de corrupção generalizada. Na sua essência, o povo não suporta mais ver de forma acintosa uma verdadeira bandidagem, em salvas exceções, dos políticos doentes e fascinados pelo poder, cujo intuito é só um: Subir na vida e enriquecer sobre o manto da impunidade e da ilicitude.  Reflitam sobre isso!

DESTAQUE DA SEMANA VAI PARA: As irmãs aniversariantes: Dyannaira Klegin de Abreu que completou 15 anos e Meuryenny  Klegin de Abreu que completou 7 anos. Filhas de Josué de Abreu e Mayanny Klegin de Abreu. Participaram desta augusta comemoração várias pessoas, dentre estas, o renomado contabilista João Coelho. Nossa página deseja muitas dádivas às aniversariantes, aos familiares e convidados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *