PREFEITURA MUNICIPAL DE ALENQUER ESTÁ SENDO REVITALIZADA

O acervo cultural e patrimônio histórico da Prefeitura de Alenquer está com obra em andamento de revitalização

O município de Alenquer possui três imponentes monumentos históricos do século passado, construídos em estilo barroco: Igreja Matriz de Santo Antônio, Grupo Escolar Fulgêncio Simões e Prefeitura Municipal.

Transcendendo o tempo o majestoso prédio arquitetônico da Prefeitura Municipal de Alenquer construído no ano de 1910, localizado pela frente com a Rua Visconde do Rio Branco, pelo lado esquerdo com a Travessa Arnaldo Moraes, pelo lado direito com a Travessa Antônio Mesquita, pela parte de trás com a Rua Pedro Vicente.

Vale ressaltar que, por muitos anos o referido patrimônio histórico ficou isolado, no centro de uma área que comportava dois campos de futebol proporcionando um lindo paisagismo. Anos depois, o terreno amplo e magnífico, por determinações de políticos, foi perdendo o lugar para construção de escritório e torre de aproximadamente 185 metros de altura da antiga Telepará. Com a abertura desse precedente, várias casas foram construídas ofuscando a beleza da praça denominada Eloy Simões.

Durante 107 anos de existência do prédio, o mesmo já passou por várias reformas. Sendo que a última foi efetuada nas décadas de 90, pelo então prefeito Gilvandro Ubiracy Valente, que por entender que o assoalho original todo trabalhado e confeccionado com a madeira de lei da variedade Acapú, nas cores preto e amarelo, estava comprometido, o mesmo foi substituído por piso de cerâmica e lajota. Na oportunidade, o acervo voltou a aflorar orgulho para os ximangos que efetivamente amam nossa cidade.

Desta forma, mesmo não sendo genuinamente alenquerense, o atual gestor, além de estar fazendo o dever de casa, em revitalizar e zelar pelo patrimônio público, onde pretende trabalhar com salubridade e afinco em prol do Município e dos munícipes, está cumprindo mesmo no sacrifício a promessa de campanha. Afinal, só quem não tem história e passado íntegro, deixa uma riqueza histórica e cultural em estado de ruína e abandono.

HOMENAGEM PÓSTUMA: Aos 59 anos de idade, a ideologista ANA PAES deu adeus à vida. Desde sua juventude aflorou a vocação e o sacerdócio por movimentos sociais. Dentro desse preceito, obteve várias vitórias, conquistas, glórias e dádivas divinas. Sua partida para eternidade, e sua ausência para sempre do nosso convívio, nos deixou infinitas saudades e imensuráveis recordações. Suas obras, como funcionária pública municipal e sindicalista teve uma vida pautada na defesa dos servidores públicos, dos trabalhadores rurais e do meio ambiente. Pois o incomparável legado, exemplo de ensinamento nos suprem de suas virtudes, tais com: tolerância, retidão, irreverência, talento, altruísmo e espírito de luta. Nossa maior resignação é testemunharmos que, fostes uma filha fiel de Deus. Como também, a certeza que construíste um alicerce sólido na terra, para receber a recompensa do galardão na eternidade. Na sua existência na terra conquistastes reconhecimento, medalhas e troféus. Tal abnegação dos teus feitos te tornou um verdadeiro ícone em políticas públicas na defesa dos menos favorecidos. Sua maior missão foi fundar, criar, organizar e construir um imponente prédio do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Aveiro – SSPMA, na cidade que te serviu de berço. Já que, sua principal filosofia foi dar credibilidade e proporcionar dignidade para os seus associados. Obras dessa magnitude devem servir de exemplo e abnegação da diretoria recém eleita. Que a harmonia, espírito de luta e conquistas possam ser o legado de quem sempre primou por um sindicato justo e igualitário. Pela tua triunfal subida à mansão celeste receba esta justa e singela homenagem. Socorro Paes!

CONDOLÊNCIAS: Excepcionalmente nesta edição venho manifestar minhas mais profundas e respeitosas condolências aos familiares do ente querido (in memória) Ronaldo Campos (foto). Poucos cidadãos que enveredaram na vida pública, tiveram o privilégio de ter uma magnífica trajetória política, fato esse comprovado estatisticamente. Desta forma, sem nenhum demérito aos: cronistas, críticos, colunistas, correspondente e repórteres que estão ou já passaram pelo conceituado Jornal O Impacto, sua forma de escrever sempre foi clara, concisa, fundamentada e à frente do seu tempo. Lamentavelmente perdemos uma extraordinária referência na arte de escrever. Ronaldo, meu inesquecível amigo, a sua partida para a glória divina abriu uma enorme lacuna no nosso convívio e na tua legião de amigos, como também, no coração das pessoas carentes que tanto ajudastes. Pois as benevolências que praticastes te propiciou o júbilo de ficar eternamente no céu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *