Em Altamira, homem mata esposa estrangulada e deixa bilhete confessando

O corpo de Deusiane Conceição, de 27 anos, foi encontrado na casa onde a jovem morava no bairro Cidade Jardim, em Altamira, região do Baixo Xingu. A mulher foi morta pelo seu ex-companheiro, Ediones Santos de Souza, que deixou uma carta confessando o crime. Até o momento, ele continua foragido.

O tenente Emílio, oficial do 16º Batalhão da Polícia Militar (BPM), confirmou que o corpo de Deusiane foi encontrado na manhã desta segunda-feira (15). “Foi um crime passional. Infelizmente, o homem acabou asfixiando a jovem que veio a óbito no local”, contou o militar. Marcas de estrangulamento eram visíveis no pescoço da jovem. Ediones e Deusiane tem uma filha, fruto do relacionamento dos dois.

A perícia encontrou um bilhete deixado pelo assassino, em que ele confessava a autoria do crime e pedia “o perdão de Deus”. No texto, ele diz que a matou devido ao fim do relacionamento e que não aceitaria perder a filha. Ainda na carta, ele diz que tiraria a própria vida após matar a ex-companheira.

Até a publicação desta matéria, segundo a Polícia Militar, o Ediones não tinha sido localizado.

Fonte: ORM News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *