Começam os serviços de construção das pontes do Km 17 e Km 25

Vereador Peninha e senador Flexa Ribeiro reuniram com diretor do DNIT, Valter Casemiro

Cansando de esperar a construção das pontes em concreto do Km 17 e Km 25, da Rodovia Transamazônica, entre Miritituba e Campo Verde, o vereador Peninha esteve no DNIT em Brasília, acompanhado do Senador do Pará, Flexa Ribeiro. O Senador e o Vereador foram recebidos pelo Diretor Geral do DNIT, Dr. Valter Casemiro.

Pontes de concreto serão construídas entre Miritituba e Campo Verde

Flexa Ribeiro, de posse de fotografias das pontes, levadas pelo vereador Peninha, mostrou ao diretor do DNIT a situação das mesmas e o perigo para quem passa por cima delas. Lembrou o vereador Peninha, que muitos acidentes já ocorreram nestas pontes, inclusive com vítimas fatais e perguntou até quando vai ter que morrer gente para que sejam construídas pontes de concretos?

Após a cobrança feita pelo senador Flexa Ribeiro e vereador Peninha, o Diretor do DNIT, Dr Walter Casemiro, anunciou o início da construção das pontes. O chefe do DNIT no Brasil disse que as obras estão atrasadas por causa da disputa entre empresas que participaram da licitação, mas que agora já está contratada e dada a ordem de serviço para que a empresa VEREDA ENGENHARIA LTDA começasse as obras. Walter afirmou que os recursos na ordem de R$ 12.625.997,68 já estão alocados. Serão construídas as pontes em concreto sobre os igarapés Preto, Bueiro, Itapacurazinho, Samurai, Açui e Araguari. Todas estas pontes ficam localizadas na BR-163, Cuiabá-Santarém.

Por outro lado, no sábado (17), após a audiência em Brasília, o vereador Peninha retornou a Itaituba, via Santarém. De Santarém, o edil veio de carro para Itaituba e ao passar sobre a ponte do Km 17, encontrou uma equipe da empresa VEREDA começando os trabalhos.

“Espero que a obra seja concluída rapidamente e que seja de boa qualidade. Vou fiscalizar. Qualquer irregularidade, vou denunciar ao Tribunal de Contas da União”, disse Peninha.

Fonte: RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *